Sou mais forte do que imaginava

Bom, sou a Lídia, descobri que eu tinha AR através de uma cirurgia que fiz no braço, uma bactéria da garganta se alojou no braço pela corrente sanguínea, com 15 dias de operada meus joelhos ficaram muito inchados, o ortopedista passou remédio e fez drenagem, não melhorou.

Meus abraços atrofiaram, pois não correspondia a medicação do ortopedista, então, ele falou para procurar um reumatologista, pois ele suspeitava de problema articular, assim fiz, me consultei com um reumatologista, fiz vários exames e drenagens nos joelhos, pois não conseguia caminhar, estava de cadeiras de rodas.

Feitos os exames solicitados, o médico disse que meu problema era no coração e não articular, eu antes havia feito vários exames e consultas com o cardiologista e estava tudo normal, falei para o reumatologista e ele não aceitou, disse para minha mãe que se ela não me levasse para o cardiologista eu iria morrer e minha mãe seria culpada.

Fui embora, e procurei outro reumatologista, que é um anjo enviado por Deus, passou metrotrexato e prednisona, tomei por um tempo, tive uma infecção respiratória generalizada, 13 na UTI, duas paradas cardíacas, saí dessa, mas o trauma ficou, evito andar sem mascaras em hospitais e lugares fechados. O médico mudou a medicação para o Arava e reuquinol, com um tempo sentia muito enjoos.

Hoje voltei a tomar metrotrexato e cimzia. Cabelos caíram, joelhos deformados. Já fiz algumas cirurgias, artroscopia de joelho e artroplastia total do quadril direito com prótese de cerâmica. As dores vão e voltam, abala toda a família, mas, Deus é bom, tenho uma família que me ajuda bastante, que se preocupam e me ajudam.

Não é fácil, as vezes sentimentos de inutilidade, fragilidade, logo em seguida me ergo, e não deixo a AR me dominar, peço a Deus sabedoria e entendimento e assim vou vivendo com fé e esperança, que sempre haverá dias melhores. Passei 3 anos no auxílio doença e agora estou aposentada, por invalidez.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

This is a private page. To make it public, edit it and change the visibility.

[wdi_feed id=”1″]

This website uses cookies to improve your experience. We'll assume you're ok with this, but you can opt-out if you wish. Accept Read More

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));