Sobrepeso – Por que o controle do peso é importante?

Por que o controle do peso é importante para pacientes reumatológicos?

Bem, que a obesidade está ligada a uma série de doenças, isso você já sabe. E a cada dia, novas descobertas nesse sentido são lançadas na comunidade médica.

Mas, em se tratando especificamente de pacientes reumatológicos, quero destacar dois pontos principais:

1)  O primeiro deles é uma questão meramente física: o paciente com sobrepeso, sobrecarrega as articulações. Agora imagine esse “´peso a mais” numa articulação que já está dolorida? Já deu pra imaginar, né?! Compare com amortecedores de um carro quando ficam enguiçados e o carro está pesado…

2)  A segunda questão é um pouco mais técnica: a obesidade gera um estado de inflamação crônica no organismo, podendo causar não apenas uma piora nas dores articulares de uma maneira geral, mas ainda dificultando a chegada à remissão da doença, que é o que eu considero um ponto muito negativo dessa questão toda. Existem vários estudos que mostram que pacientes obesos com doenças como artrite reumatoide, artrite psoriásica, espondilite anquilosante e lúpus têm mais dificuldade de atingir a remissão.

Dra. Carla Dionello | Reumatologista CRM 52-814660 | RQE 13098 Reumatologia | Rio de Janeiro/RJ

Consultório em Ipanema: (21) 4111-4879

.
#REPOST @reumato.phd

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Saúde avalia proposta de incorporação do nusinersena para AME dos tipos 2 e 3

Pela primeira vez desde a criação da Conitec, pasta vai convocar audiência pública para ouvir sociedade civil sobre incorporação, pelo SUS, de medicamento para...

Apesar das frustrações, mantenho a Fé em Deus!

Tudo começou a alguns anos atrás. Eu estava na metade do curso de graduação em Medicina Veterinária e estava tendo um surto de Zika...

Único tratamento biológico para adultos com Nefrite Lúpica ativa é aprovado pela ANVISA

Estudo clínico (BLISS-LN), que incluiu pacientes brasileiros, demonstrou que indivíduos tratados com Benlysta®, da farmacêutica GSK, tiveram 74% mais chances de alcançar a resposta...