Sindrome de Sjogren

O que é?

Trata-se de uma doença crônica e autoimune que provoca a inflamação das glândulas produtoras de saliva e lágrimas, causando a secura dos olhos e da boca. Além disso, pode acometer outros órgãos como as articulações, a pele, os pulmões, os rins e o sistema nervoso. Atinge, em 90% das vezes, mulheres acima dos 40 anos e pacientes que apresentam artrite reumatóide e lúpus têm mais chance de desenvolver a doença.

Sintomas

Os principais sintomas são a boca seca e/ou olho seco, em que o paciente se queixa de sensação de areia nos olhos ou dificuldade para mastigar e engolir alimentos sólidos como pães e biscoitos.

Os pacientes também podem apresentar cansaço, dores nas juntas e artrite. O comprometimento de órgãos internos como os rins, pulmões, fígado e cérebro também pode ocorrer em poucos casos.

Diagnóstico

A Síndrome de Sjögren não é fácil de diagnosticar por conta da diversidade de apresentações. Seus sintomas mais comuns, boca e olhos ressecados, podem estar associados à outras doenças ‒ como diabetes, hepatite C, fibromialgia, condições ambientais e climáticas ‒, o que pode confundir os médicos no momento da análise.

Assim, o diagnóstico deve levar em consideração a história do paciente, exame clínico e resultados de exames laboratoriais de sangue e imagem, como ultrassonografia, sialograma e cintilografia salivar. Testes oftalmológicos para medir a produção de lágrimas, avaliar os danos causados pelo ressecamento, avaliar a aglomeração de células inflamatórias e a presença de linfócitos também são úteis para descobrir a doença.

O diagnóstico é realizado a partir dos sintomas do paciente e exames solicitados pelo reumatologista. Os exames de sangue que detectam a presença de anticorpo, chamado antiRo ou antiLa, são geralmente solicitados. Também são solicitadas avaliações para medir a quantidade e qualidade de lágrimas e o fluxo salivar.

O ultrassom é um exame útil para identificar a inflamação e o aumento das glândulas salivares e avaliar a necessidade de realizar a biópsia da glândula.

Tratamento

O tratamento tem como objetivo aliviar os sintomas e dar qualidade de vida ao paciente. No caso de secura nos olhos, colírios lubrificantes, conhecidos como lágrimas artificiais, podem aliviar o sintoma. Colírios anti-inflamatórios ou imunomoduladores também ajudam a controlar a inflamação.

Para o tratamento da boca seca, beber pequenos goles de água em períodos curtos de tempo é uma medida paliativa que pode ajudar.

Alguns tratamentos imunobiológicos são úteis para o controle dos sintomas, mas também dos mecanismos da doença.

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Apesar das frustrações, mantenho a Fé em Deus!

Tudo começou a alguns anos atrás. Eu estava na metade do curso de graduação em Medicina Veterinária e estava tendo um surto de Zika...

Único tratamento biológico para adultos com Nefrite Lúpica ativa é aprovado pela ANVISA

Estudo clínico (BLISS-LN), que incluiu pacientes brasileiros, demonstrou que indivíduos tratados com Benlysta®, da farmacêutica GSK, tiveram 74% mais chances de alcançar a resposta...

Que tenhamos sempre Paciência e Fé em Deus!

Aos 24 anos, fui diagnosticada com psoríase, além das lesões, no corpo, que me deixavam deprimida pelo aspecto de feridas, que não cicatrizam, todas...