Como gerenciar os efeitos colaterais do metotrexato em uma criança?

Sociedade de Reumatologia de Brasília dedica editoria especial que conta com participação de pacientes

São muito poucos os efeitos colaterais observados na criança pelo uso do metotrexato, porém, periodicamente elas devem ser avaliadas clínica e laboratorialmente para detecção não somente dos efeitos colaterais da droga, mas também para avaliação do controle da doença.

Dos efeitos colaterais os mais frequentes são as náuseas e até vômitos no dia do uso da droga, porém crianças pequenas raramente apresentam. São mais observados em escolares, pré-adolescentes e adolescentes.

Orientações para diminuir esses efeitos: tomar os comprimidos do metotrexato durante uma mesma refeição, e não dividir a dose ao longo do dia, e em último caso se for necessário usar um antiemético 30 min antes do uso do metotrexate. O uso de ácido fólico parece não diminuir as náuseas nas crianças, mas pode diminuir a dose eficaz do metotrexato. Anemia e alterações de enzimas hepáticas como efeito colateral do metotrexato são raras na faixa etária pediátrica.

O que os pacientes querem saber – Sociedade de Reumatologia de Brasília, dedica um espaço especial para esclarecer dúvidas dos pacientes em sua revista “Capital Reumato”, por duas edições o BlogAR colaborou com o envio das perguntas mais frequentes. Confira os esclarecimentos sobre reumatologia pediátrica, explicados pela Dra. Maria Custódia e Dra. Cristina Magalhães.

Baixe essa edição da Revista Capital Reumato gratuitamente no link: https://reumatodf.com.br/images/REVISTA_REUMATO_WEB2_1_compressed.pdf

Edições anteriores podem ser baixadas em: www.reumatodf.com.br.

Em nome dos pacientes e famílias brasileiras que convivem com doenças reumáticas, o BlogAR agradece à Sociedade de Reumatologia de Brasília, em especial a editora Dra Luciana Muniz e a presidente Dra Isadora Jochims pela oportunidade de acesso à informação de qualidade e em linguagem acessível.

REVISTA_REUMATO_WEB2_1_compressed
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: