Colunas da Pri

Dor do crescimento existe?

Como diferenciar a dor do crescimento de uma dor de alguma doença reumática?

Crescer não provoca dor, porém este termo continua sendo utilizado até hoje para definir a principal causa de dor muscular na faixa etária pediátrica. Ela ocorre em 4 a 25% nas crianças na faixa escolar, sendo mais rara no lactente e no adolescente.

Se apresenta como crises dolorosas agudas, recorrentes, mais frequentes em meninas, localizadas na face anterior das pernas, região de cavo poplíteo (atrás dos joelhos), nas coxas e mais raramente nos membros superiores. Surge predominantemente no final da tarde e início da noite e pode acordar a criança durante o sono.

A criança não apresenta claudicação, artrites, fraqueza muscular, febre e alterações no crescimento, sinais esses que podem estar presentes nas doenças reumáticas. Está relacionada com o frio, estresse e atividade física e melhora com massagens e calor local. Na grande maioria dos casos, não há necessidade de realizar exames e uso de medicamentos além de analgésicos.

O que os pacientes querem saber – Sociedade de Reumatologia de Brasília, dedica um espaço especial para esclarecer dúvidas dos pacientes em sua revista “Capital Reumato”, por duas edições o BlogAR colaborou com o envio das perguntas mais frequentes. Confira os esclarecimentos sobre reumatologia pediátrica, explicados pela Dra. Maria Custódia e Dra. Cristina Magalhães.

Baixe essa edição da Revista Capital Reumato gratuitamente no link: https://reumatodf.com.br/images/REVISTA_REUMATO_WEB2_1_compressed.pdf

Edições anteriores podem ser baixadas em: www.reumatodf.com.br.

Em nome dos pacientes e famílias brasileiras que convivem com doenças reumáticas, o BlogAR agradece à Sociedade de Reumatologia de Brasília, em especial a editora Dra Luciana Muniz e a presidente Dra Isadora Jochims pela oportunidade de acesso à informação de qualidade e em linguagem acessível.

REVISTA_REUMATO_WEB2_1_compressed
Anúncios

Artigos Relacionados

Atenção Pacientes com Artrite Psorásica, termina hoje (17/03) o prazo para solicitar ao SUS o fornecimento de um novo medicamento o Ixequizumabe

Priscila Torres

Peso Saudável, articulações com vida longa

Priscila Torres

Inscrevam-se no 1º curso de Avaliação de Tecnologia em Saúde para pacientes da Conitec 

Priscila Torres
Loading...