Notícias

Redução de açúcar é objetivo para saúde na América Latina

Substituição de açúcares por fibras tem sido apontada como uma das soluções para males como diabetes tipo 2 e câncer colorretal

Entre benefícios, dieta alta em fibras pode garantir redução de doenças cardíacas coronárias em 17% a 31%

Ingrediente também desponta como alternativa a carboidratos e açúcares para estabilidade e textura em alimentos, favorecendo alimentação de diabéticos e outras populações com dietas restritivas

Diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares são duas das principais causas de morte no Brasil. E a ingestão excessiva de calorias é um dos principais causadores desses dois males. A substituição de açúcares por fibras está entre as soluções apontadas por especialistas para melhorar esse cenário, discussão cada vez mais presente na saúde pública de toda a América Latina.

De acordo com Renata Cassar, gerente de Nutrição da Tate & Lyle para América Latina, as fibras podem substituir os açúcares em inúmeras aplicações. “Uma ingestão adequada de fibras (de 25 g a 29 g diários) pode ajudar na redução do risco de doenças cardíacas coronárias (17% a 31%); de diabetes tipo 2 (10% a 22%), e de câncer colorretal (11% a 22%), além de auxiliar na redução de colesterol, pressão sanguínea e do peso corporal”, afirma.

Soma-se a isso o fato de que nenhum tipo de dieta adotada no mundo oferece a quantidade ideal de fibras para a boa saúde humana. Segundo a especialista, em regiões com países emergentes, como a América Latina, a prosperidade econômica tem trazido consigo novos desafios para a saúde pública.

“Consumidores com mais poder e opções de compra nem sempre fazem as melhores escolhas quando o assunto é a sua própria saúde. O aumento da obesidade adulta e infantil é prova disso. Mas a tecnologia já é capaz de oferecer ingredientes capazes de substituir o açúcar e reduzir as calorias, mantendo o mesmo sabor e aceitação”, afirma Renata.

A promoção da saúde por meio de uma alimentação saudável e equilibrada é uma grande tendência. Uma ferramenta importante para o melhor equilíbrio nutricional reside em incluir mais vegetais na alimentação, suplementos e produtos alimentícios adicionados com fibras. Atualmente, até alimentos mais indulgentes chegam ao mercado com um perfil nutricional mais equilibrado, como sorvetes com fibras probióticas, por exemplo.

Um estudo da Tate & Lyle mostra que quase 90% dos consumidores brasileiros estão preocupados com a saúde digestiva e 49% dos brasileiros pagariam mais por alimentos com fibras. “Cresce a procura por alimentos que se conectem com a ideia de healthy living, muito mais do que o consumo de produtos diet ou light”, comenta Marina Di Migueli, gerente de Marketing para América Latina da Tate & Lyle.

Sobre a Tate & Lyle:

A Tate & Lyle é uma fornecedora global de soluções e ingredientes para alimentos, bebidas e mercados industriais. Que opera por meio de duas divisões globais, Soluções de Alimentos e Bebidas e Produtos Primários, apoiadas pelas equipes de Inovação e Desenvolvimento Comercial e Operações Globais. A primeira, de Soluções para Alimentos e Bebidas, está focada no crescimento, construindo posições de liderança global nas categorias de bebidas, laticínios, sopas, molhos e temperos. A divisão de Produtos Primários está focada em gerar lucros estáveis.

A divisão de Soluções de Alimentos e Bebidas consiste em texturizantes, incluindo amidos especiais; adoçantes de baixa ou sem calorias; um portfólio de saúde e bem-estar que engloba principalmente fibras especiais; e estabilizantes e sistemas funcionais, misturas de ingredientes sob medida que garantem a manutenção da estrutura dos alimentos.

A Tate & Lyle está listada na Bolsa de Valores de Londres sob o símbolo TATE.L. American Depositary Receipts são negociados sob o TATYY. No ano até 31 de março de 2019, as vendas da Tate & Lyle totalizaram 2,8 bilhões de libras. Para mais informações, visite http://www.tateandlyle.com

Fonte: Assessoria de imprensa.

Related posts

Os riscos da automedicação

Priscila Torres

Natação é boa opção para tratar fibromialgia, indica estudo

Priscila Torres

AbbVie entre as companhias farmacêuticas melhor avaliadas por grupos de pacientes de 72 países

Priscila Torres
Loading...