Psoríase pode levar à artrite psoriásica

Caracterizada por lesões na pele, a doença também acomete as articulações

A psoríase cutânea, conhecida pelas lesões avermelhadas e escamosas na pele, pode levar ao aparecimento da artrite psoriásica, uma doença reumatológica que afeta tanto a pele quanto as articulações. “Geralmente, a doença aparece alguns anos depois das lesões na pele, mas pode ser simultaneamente com a artrite e, em alguns casos mais raros, aparece antes a artrite do que a psoríase”, explica Dr. Cid Yazigi Sabbag, dermatologista e diretor do Centro Brasileiro de Estudos em Psoríase.

É importante que os pacientes que possuem a psoríase cutânea estejam atentos aos sintomas da artrite psoriásica, que incluem inchaço e dor nos tendões, musculatura e articulações, como também o sintoma clássico de rigidez matinal. “Deve ser comentado com o dermatologista sobre qualquer um desses sintomas, como também observar se essa articulação dolorida se manifesta depois do repouso e melhora assim que a pessoa começa a se movimentar. Outro sintoma pode se aparecer nos dedos, que podem ficar inchados e avermelhados”, explica Dr. Sabbag.

Fatores de risco e diagnóstico da artrite psoriásica 

Entre os fatores de risco estão a própria psoríase e outras doenças autoimunes. Por isso, diante de qualquer suspeita é importante procurar o dermatologista que irá avaliar já nas primeiras consultas, por meio de exame de sangue, a presença de doenças autoimunes. Os exames são simples e estão disponíveis na rede pública e privada de saúde.

Caso o paciente já manifeste algum dos sintomas, o médico dermatologista irá investigar se as queixas correspondem a uma artrite, tendinite, bursite ou lombalgia de outra causa. Além disso, o paciente também será encaminhado para o reumatologista que o irá examinar e solicitar exames de imagem e de sangue.

Tratamento em parceria com dermatologista e reumatologista

Com o diagnóstico fechado, o tratamento será feito em parceria com os dois médicos e uma equipe multidisciplinar, que inclui cardiologista, nutricionista e endocrinologista. Se não tratada corretamente, a artrite psoriásica pode levar à deformidades e danos irreversíveis nas articulações. O tratamento inclui medicamentos orais clássicos para tratamento das doenças reumatológicas como o metotrexato, sulfasalazina e alguns antiinflamatórios.

Em alguns casos, há o encaminhamento para o uso dos medicamentos biológicos que são injetáveis. A indicação da melhor terapia é avaliada caso a caso e todos os medicamentos estão disponíveis no SUS e cobertos pelos planos de saúde, também. “Outra recomendação que é importante frisar é que no contexto da artrite psoriásica o tratamento é sempre por via oral ou injetável. Cremes ou a fototerapia não irão tratar a artrite da psoríase. O paciente também deve evitar a automedicação, que pode trazer sérios riscos à saúde, como ocasionar outras doenças”, destaca o dermatologista.

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: