Notícias

Praticar exercícios físicos auxilia na prevenção do AVC

Para cardiologista do HCor, atividades de baixa intensidade, como caminhadas, praticados por 30 minutos durante cinco dias na semana são suficientes para prevenir doenças cardiovasculares

A prática de atividade física, mesmo que de baixa intensidade, como, por exemplo, a caminhada, é uma importante aliada na prevenção do Acidente Vascular Cerebral (AVC), popularmente conhecido como “derrame”.

“De acordo com alguns estudos a conta é muito simples: 150 minutos de exercícios por semana, ou seja, 30 minutos em cinco dias, são suficientes para prevenir doenças cardiovasculares. Com caminhadas indo ou voltando do trabalho ou mesmo no horário do almoço, é possível conseguir esse benefício”, comenta o Dr. Nabil Ghorayeb, cardiologista e médico do esporte do HCor.

Causas

As causas mais comuns de um Acidente Vascular Cerebral são: hipertensão arterial (em geral não controlada nem valorizada), tabagismo, vida sedentária, níveis elevados e descompensados de colesterol, diabete, obesidade e por fim estresse emocional. Porém não há como prever nem quando e nem se realmente acontecerá.

“A prevenção é sempre o melhor caminho. Mas é importante esclarecer que atividade física não é acumulativa, ou seja, o indivíduo deve estar sempre em movimento para que o benefício seja contínuo, orienta Dr. Nabil.

Tipos de AVC

  • ISQUÊMICO

É o mais comum, sendo aproximadamente de 85% dos casos. É quando uma artéria do pescoço ou do cérebro se obstrui por um pequeno trombo (coágulo) ou placa de gordura, provocando a total falta de irrigação de sangue no cérebro.

Esse tipo de AVC causa menos mortes, mas deixa mais pessoas com sequelas, com paralisias diversas e dificuldades de deglutição e fala. O tratamento na maioria dos casos é para o resto da vida.

  • HEMORRÁGICO

É quando uma artéria se rompe no lugar onde sua parede está mais fina ou onde exista uma dilatação local (conhecida como aneurisma). Ele pode ter se originado na infância ou se formar na idade adulta, e seu tratamento é cirúrgico com bons resultados na maioria dos casos.

Seu rompimento na maioria das vezes é súbito e nem sempre previsível. Pode ocorrer em jovens e até mesmo em esportistas regulares.

Recomendações

Em primeiro lugar, é importante corrigir os fatores de risco e a atividade física regular é considerada um dos procedimentos que podem auxiliar com estas correções.

Praticar exercícios regulares melhora os índices de diabetes e hipertensão arterial, permite mais fácil controle dos níveis elevados de triglicérides, provoca elevação do colesterol bom (HDL), contorna a obesidade e melhora a autoestima, ideal para uma vida mais saudável.

“A certeza de que pouco ou nada irá acontecer depende basicamente desse controle, da regularidade dos bons hábitos, além da herança genética de cada um, mas a medicina tem percebido que se houver plena atenção com a saúde, o AVC pode ser evitado”, acrescenta Dr. Nabil.

Fonte: Assessoria de Imprensa do HCor.

Related posts

Saiba quais são os Medicamentos fornecidos pelos Planos de Saúde, para tratamento da Artrite Reumatoide

Priscila Torres

Trabalhador com fibromialgia receberá R$ 30 mil de indenização por dispensa discriminatória

Priscila Torres

Dor: como os remédios atuam no corpo para aliviar o incômodo

Priscila Torres
Loading...