Pode ser reumatismo? Cinco sintomas para ficar atento

Reumatismo acomete cerca de 12 milhões de brasileiros, na maioria são mulheres de 30 a 40 anos

O reumatismo é uma palavra que engloba mais de 100 doenças que atingem o aparelho locomotor, músculos, ossos e articulações. São manifestações autoimunes, não há cura e podem também comprometer outros órgãos do corpo como rins, coração, pulmões, olhos, intestino e pele. De acordo com o Ministério da Saúde, o problema acomete cerca de 12 milhões de brasileiros, a maioria mulheres de 30 a 40 anos.

O mês de outubro tem Campanha para à Luta contra o Reumatismo e tem o objetivo de alertar a população da necessidade do diagnóstico precoce e tratamento adequado.

Segundo o reumatologista, Jose Mario Corassa, artrite, artrose e a bursite estão entre as patologias mais comuns do reumatismo. “Idade avançada, obesidade, tabagismo, consumo de bebidas alcoólicas em excesso e ingestão de medicamentos são fatores de risco para as doenças reumáticas”, aponta o médico.

Corassa ressalta a importância do tratamento. “O especialista adota medidas para controlar a dor e inflamação fazendo uso de medicamentos, fisioterapia, alimentação balanceada e exercícios físicos, e isso melhora significativamente a qualidade de vida do paciente”, concluiu. A orientação é, em caso de sintomas, procurar sempre orientação médica. Quanto mais precoce o diagnóstico, melhor a resposta ao tratamento.

Alguns sintomas que merecem atenção

– Dor nas articulações por mais de seis semanas;

– Vermelhidão, inchaço e calor nas articulações;

– Dificuldade para movimentar as articulações ao acordar;

– Dores ao esticar os braços sobre a cabeça;

– Dores ao elevar os ombros até tocar o pescoço.

Na ocorrências destes sintomas, procure um reumatologista.

Fonte: https://novo.folhavitoria.com.br/saude/noticia/10/2018/pode-ser-reumatismo-cinco-sintomas-para-ficar-atento

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));