Tudo que você precisa saber sobre a vacina da Gripe H1N1 em pessoas com doenças reumáticas

Pessoas com doenças reumáticas devem comparecer aos postos de vacinação para receberem a vacina da Gripe H1N1 à partir do dia 2 de maio

As infecções respiratórias são comuns em pacientes que convivem com Artrite Reumatoide, sendo inclusive indicadores de internações e até mesmo mortalidade, por esse motivo o “Consenso de Tratamento da Artrite Reumatoide – da Sociedade Brasileira de Reumatologia“, recomenda a imunização, realizada através de vacinação contra o vírus da Gripe e da Pneumonia, ambas as vacinas estão disponíveis na Rede Pública de Saúde.

Dr. Renato Kfouri Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações
Dr. Renato Kfouri
Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações

Durante a reunião de pacientes do EncontrAR, o médico pediatra e vice presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações – Dr. Renato Kfrouri, ressaltou a importância da vacinação de pacientes imunodeprimidos, por fazerem parte do grupo de risco devido a predisposição em adquirir doenças respiratórias e infecciosas.
Dr. Renato enfatiza que a atuação da vacina em pacientes imunodeprimidos tem potencial diferente, quando comparado a mesma vacina administrada em uma pessoa que não sofre imunossupressão, no entanto, a proteção dos pacientes imunodeprimidos é de fundamental importância para prevenir o desenvolvimento da gripe, em especial da Gripe H1N1, que tem como agravante sérias complicações respiratória que em pessoas imunodeprimidas pode resultar em complicações extra gripe H1N1, comprometendo o estado geral da doença crônica de base.
Resistência em tomar vacina da gripe é comum, segundo o médico reumatologista, Dr. Thiago Bitar “os pacientes recebem no consultório a orientação para tomar a vacina da gripe e quando retornam a consulta, boa parte dos pacientes não se vacinaram”. É importante lembrar sobretudo que pessoas com doenças reumáticas quando estão em um estado infeccioso ou gripal, podem ter o uso de medicamentos imunossupressores suspensos, inclusive o medicamento biológico, situação que compromete o tratamento da doença reumática e consequentemente uma doença que estava controlada, pode voltar a atividade.

Vacina da gripe é anual e protege contra vários tipos de gripe

A vacina da gripe é uma medida preventiva e segura para todos os pacientes reumáticos, inclusive as crianças e idosos, é importante lembrar que a vacina da gripe deve ser tomada todos os anos, pois o vírus da gripe influenza sofre mutação, trazendo a cada inverno uma nova variante da doença. A vacina não imuniza contra os resfriados que são causados por outros tipos de vírus.

Vacina da gripe disponível nos postos de saúde

Anualmente a Organização Mundial da Saúde (OMS) faz uma previsão de quais serão os vírus Influenza prevalentes. Por meio dessa informação, a ANVISA determina a composição da vacina no Brasil que este ano é a do tipo Influenza trivalente, imunizando contra os seguintes vírus:

  • Influenza A (H1N1), subtipo Michigan/45/2015
  • Influenza A (H3N2), subtipo Hong Kong/4801/2014
  • Influenza B, subtipo Brisbane/60/2008

A vacina do SUS, em uma única picadinha protege contra esses três tipos de gripe, portanto, não é preciso tomar duas vacinas, lembrando que anualmente esses vírus se transformam e as vacinas são reformuladas, por isso todo ano é preciso se vacinar novamente.

Quando começa a vacinação para os doentes crônicos?
Os pacientes com doenças crônicas, em especial os pacientes que utilizam medicamentos imunossupressores, devem comparecer nos postos de vacinação à partir do dia 2 de maio. Importante lembrar que independente do uso de imunossupressão, as pessoas com doenças reumáticas, estão dentro do grupo de risco e podem receber a vacinação nos postos de saúde/vacinação.
Todas as pessoas podem tomar a vacina da Gripe, Dr. Renato Kfouri, declara que é importante a vacinação das pessoas que convivem com doentes crônicos, no entanto, a campanha nacional do Ministério da Saúde, irá vacinar as pessoas fora do grupo de risco, após o dia 26 de maio, logo, enquanto pacientes crônicos, vale a pena estimular a vacinação de pessoas de convivência direta.

Crianças com doenças reumáticas podem a vacina da Gripe H1N1?
Sim, podem e devem tomar, as crianças maiores de 6 meses e com até 5 anos já podem receber a vacina, as crianças maiores de 5 anos, podem ser vacinadas após o dia 26 de maio.

O que preciso levar para receber a vacina da gripe?

  • Carteirinha de Vacinação;
  • Relatório Médico (do seu reumatologista), na ausência do relatório médico é possível levar uma receita dos medicamentos que estão sendo utilizados (ou equivalente que vale como comprovante da doença).

A vacina da gripe é contra-indicada apenas para quem tem alergia severa a ovo.

Principais dúvidas: “Tomei a vacina e fiquei gripado”

A vacina da gripe não faz com que as pessoas fiquem gripadas, isso não é possível, pois a vacina é confeccionada com vírus inativado (vírus morto). As pessoas que ficaram gripadas após tomar a vacina, provavelmente já tinham outra doença respiratória ou já tinham o vírus da gripe e a vacina não teve tempo suficiente de fazer efeito de proteção.

Com quanto tempo a vacina da gripe começa a fazer efeito?

A imunização contra a gripe não é imediata, após tomar a vacina a pessoa só estará protegida após um período de 3 a 4 semanas, tempo necessário para a produção de anticorpos contra a doença.

Quais são os efeitos colaterais esperados da vacina da gripe?

  • O local da picada pode ficar dolorido e inchado (algo discreto);
  • Pode ocorrer discreta febre baixa e discreta indisposição: mas não intensos como os da gripe.

    A vacina contra a gripe é segura?
    Apesar dos boatos disseminados principalmente na internet, tais como a quantidade de mercúrio e o mito de que a vacina deixa as pessoas gripadas, são boatos sem nenhum fundamento médico. A vacina é feita apenas de partículas vivas, com vírus morto e fragmentado, não existe a mínima possibilidade da vacina da gripe causar gripe e outras doenças. Ela causa apenas proteção!

Vacina-Gripe-2016

Não é preciso parar de tomar nenhum medicamento para tomar à vacina da gripe! 

Segundo dados do Ministério da Saúde o Brasil registrou 71 mortes causadas por complicações da gripe A (H1N1), 55 dessas mortes acorreram no Estado de São Paulo. Não corra esse risco, vacine-se!


A vacina da pneumonia também está disponível no SUS, através dos CRIEs – Centro de Referências em Imunobiológicos, que recebem as vacinas especiais fornecidas pelo SUS, para receber a vacina da pneumonia basta levar uma prescrição do seu reumatologista no posto de saúde mais próximo, essa receita deve ser apresentada para a enfermeira da unidade de saúde que deve solicitar ao CRIEs de referência a vacina “Pneumocócicas”. Todo estado tem unidades do CRIEs que deve encaminhar as vacinas para todas as unidades de saúde solicitante.


Saiba quais são os principais medicamentos imunossupressores:

Medicamentos frequentemente usados no tratamento das doenças reumáticas que são imunossupressores

Abatacepte – Adalimumabe
Antimaláricos: cloroquina e hidroxicloroquina
Azatioprina
Belimumabe
Canquinumabe
Certolizumabe
Ciclofosfamida
Ciclosporina
Corticoide: prednisona e outros.
Etanercepte
Golimumabe
Infliximabe
Leflunomida
Metotrexato
Rituximabe
Sulfassalazina
Tocilizumabe
Ustequinumabe
Em caso de dúvida consulte o seu médico para saber se o seu tratamento medicamentoso é imunussupressor.


Atualizado em 19/04/2017

Referências:
SBiM – Sociedade Brasileira de Imunizações
Ministério da Saúde 
Sociedade Brasileira de Reumatologia

 

 

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: