Depoimentos

Perseverança, fé e esperança em Deus

Minha vida nunca foi fácil, quando criança quebrei o tornozelo esquerdo tentando andar de bicicleta, sempre fui uma criança doentinha porém, achava que o que eu sentia era coisa de criança mesmo…

Os anos foram se passando e já na adolescência sempre sentia os mesmos sintomas, mesmas dores e como sempre achei que era coisa da minha cabeça, aos 15 anos quebrei o joelho direito com rotura total do ligamento cruzado anterior jogando na escola… Aos 18 tive uma fratura exposta do joelho esquerdo descendo simplesmente uma escada. .

Nunca pensei de fato que o eu tinha era uma doença crônica autoimune… Sempre me perguntava porque meus ossos e articulações são tão fracos? Porque sinto tanta dor? Achava eu que era por conta das fraturas nos joelhos e tornozelos…

Mal sabia eu a luta que iria enfrentar daquele dia em diante… As dores foram piorando cada vez mais ao ponto de nem conseguir por os pés no chão, daí eu pensei; não dá mais pra protelar vou no médico… Resolvi buscar ajuda de um ortopedista e reumatologista que passou uma bateria de exames tanto de sangue, quanto de imagens daí veio o diagnóstico: Artrite Reumatoide e Síndrome de sjogren agora sei o porquê das minhas dores horrendas…

Comecei inicialmente meu tratamento com Reuquinol (hidroxicloroquina) associado com Metotrexato. Confesso que ainda sinto muitas dores e inchaço nas articulações, principalmente pés e joelhos, mas o importante é que comecei meu tratamento, ainda em fase de adaptação dos medicamentos, em breve meu médico irá introduzir um imunobiológico pois com o passar de tantos anos minha doença piorou drasticamente…

Não é fácil conviver com uma doença autoimune que causa tanta dor ainda por cima ser hipertensa e cardiopata ao mesmo tempo… Tenho muitas limitações ainda, mas tento superar cada uma delas, mato vários leões por dia, mas no final tenho a sensação que meu dever foi cumprido.

Muita gente não entende a dor do outro, muitas vezes sofremos calados, colocamos um belo sorriso no rosto quando na verdade estamos aos prantos por dentro de tanta dor…

Cada pessoa é um mundo, cada dor uma tortura e assim vamos tentando viver da melhor forma possível. Meu nome é Joelma Maria tenho 33 anos, diagnosticada com Artrite Reumatóide e Síndrome de Sjogren à 3 meses.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

 #depoimento

Related posts

Eliana Moraes de Almeida Alencar

Priscila Torres

O ruim não é ter AR, o ruim é nossos amigos e familiares não entenderem a doença

Priscila Torres

Quero apenas entender como posso seguir a vida normalmente com essa doença

Priscila Torres
Loading...