Depoimentos Notícias

Paciência e Superação

AIJ, como é chamada hoje, apareceu na minha vida quando eu tinha 06 anos. Fui diagnosticada muito rapidamente pela Dra. Maria Helena Kiss do instituto da criança HC.

Passei por todos os tratamentos e meditações que possam imaginar… Até sais de ouro tomei. Aos 19 anos fiz minha primeira prótese de quadril, aos 20 a segunda e só em 2007 ao iniciar biológico e usar por um ano eu melhorei muito. Usei só por um ano porque em 2008 tive que fazer a primeira prótese de joelho.

Já tive que entrar com a de revisão pois as articulações estavam muito prejudicadas. Depois disso a doença entrou em remissão e até hoje sigo sem tomar nada. Hoje sou uma mulher que superou muitas coisas inclusive preconceitos.

Sou casada, valorizo muito as atividades físicas. Faço academia (fortalecimento muscular) 3 X por semana. Tenho várias limitações e deformidades, mas faço tudo que tenho vontade e que me sinta segura em fazer, pois essa doença não conseguiu limitar minha mente e nem tirar o meu amor pela vida.

Sou feliz e sempre busco possibilidades. Se quiserem saber um pouco mais de mim e de minhas conquistas eu tenho um blog vivendo bemcomarj.blogspot.com Obrigada.

Meu nome é Malu, tenho 45 anos, convivo com q artrite a 39 anos, sou professora e moro em Itapevi-SP.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

#Depoimento

Related posts

Empresas destinam apenas 49% das vagas para pessoas com deficiência, diz estudo

Priscila Torres

O inverno e as otites. Causas, tratamento e prevenção

Priscila Torres

Artrite reumatoide: Pesquisadores apostam em prevenção da doença

Priscila Torres
Loading...