Início ReumaBlogs Os 7 sinais de alerta para complicações graves da artrite reumatoide.

Os 7 sinais de alerta para complicações graves da artrite reumatoide.

0
27

Em sua maioria as pessoas com artrite reumatoide apresentam bom controle da doença quando o tratamento é instituído precocemente e guiado por bom reumatologista. . Algumas situações, porém, podem se constituir em potencial urgência médica, como este vídeo discute:

1) artrite infecciosa – pode rapidamente destruir a junta 

2) dores no peito por serosite (água na pleura e pericárdio), infarto e angina 

3) dores na coluna por fraturas associadas à osteoporose 

4) olhos vermelhos, com esclerite, episclerite e uveíte 

5) gengivites que se associam à atividade da doença e má resposta ao tratamento 

6) tendinites e neurites com perda da mobilidade em membros

7) dor cervical por afrouxamento das primeiras vértebras cervicais (subluxação atlanto-axial no jargão médico), o que pode levar a uma parada cardíaca e/ou respiratória.  

Acompanhe os conteúdos informativos no blog e redes sociais do Dr. Carlos Von Muhlen

Página pessoal:
www.facebook.com/vonmuhlen
CLUBE RHEUMA: www.facebook.com/groups/464132851142415/

Instagram
www.instagram.com/drvonmuhlen/

Twitter
@DrvonMuhlen

LinkedIn
www.linkedin.com/in/drvonmuhlen/

YouTube, vídeos de assuntos médicos para leigos
https://www.youtube.com/c/DoutorvonMühlen

Blog com acesso a assuntos de Medicina
drvonmuhlen.net/

Consultoria por Telemedicina
drvonmuhlen.com/

Artigo anteriorCâncer de colo do útero: 90% dos casos da doença estão relacionados à incidência de HPV entre mulheres
Próximo artigoArtrite além das juntas – Anemia
Dr. Carlos Von Mühlen Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1978), mestrado em Medicina: Ciências Médicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1985) e doutorado em Medicina na Rheinisch-Westfälische Technische Hochschule/Aachen, Alemanha (1987). Pós-Doutorado no The Scripps Research Institute em La Jolla, Califórnia (EUA, 1992-1994). Tem larga experiência na área clínica e em medicina laboratorial, com título de especialista em Reumatologia (Conselho Federal de Medicina), Patologia Clínica (Sociedade Brasileira de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial) e Medicina do Trabalho (FUNDACENTRO, Brasília). Durante 21 anos foi professor na Faculdade de Medicina da Pontifícia Universidade Católica do RS, onde chegou ao cargo de Professor Titular de Reumatologia e Medicina Interna. Também atuou por 6 anos como Professor Visitante do Curso de Pós-Graduação em Medicina, no Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Faculdade de Medicina da UFRGS, como responsável pelas disciplinas de Imunologia Básica e Imunologia Clínica. Foi Presidente do Grupo de Pacientes Artríticos de Porto Alegre, GRUPAL (RS) entre 2004 e 2010, primeiro grupo de auto-ajuda para pacientes reumáticos fundado no Brasil (1984), atualmente com título de Filantropia Federal. Atuou como Diretor da Unidade de Pesquisa Clínica em Reumatologia por mais de 11 anos no Hospital São Lucas da PUCRS. Foi Diretor Técnico do METANALYSIS Centro de Diagnósticos Médicos e da RHEUMA Clínica de Doenças Reumáticas entre 1984 e 2013, além de Diretor Técnico da GMK Diagnósticos entre 1989 e 2012. Presidente da SOBRAU – Sociedade Brasileira de Autoimunidade, gestão 2012/2017. Tem centenas de publicações científicas e é ativo palestrante no Brasil e no exterior, com capítulos nos mais importantes livros-texto de Reumatologia e Imunologia, principalmente nas áreas de clínica de artrites e reumatismos, doenças autoimunes, determinação de autoanticorpos e biomarcadores, incluindo metabolismo ósseo e osteoporose.

SEM COMENTÁRIOS

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.