if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Olívia Cosac apoia #EncontrAR_WAD_Brasil

Olivia apoia #EncontrAR_WAD_Brasil
Olívia Cosac convive com AR há 9 anos.

“Respeitar sua dor, mas não desistir por ela.”
Temos mesmo que respeitar nossos limites,
mas nunca desistir de ir além.
publ-9

 

  1. Franciny Diz

    Adorei seu blog! É realmente muito bom ver que tem alguém com essa alegria apesar das dores! Tenho 17 anos e atrite reumatoide desde os 13, além de tireoidite de hashimoto e meu pâncreas não estar funcionando direito ultimamente. Seus posts me fazem pensar que devemos sim ser felizes apesas das doenças e que não podemos deixar de fazer o nossos trabalhos por causa disso. 🙂 Espero que continue postando, vou entrar mais a partir de hoje.

    1. Priscila Torres Diz

      Olá, Franciny, fico feliz em ter você aqui 🙂
      Existe vida após a doença e a missão deste blog é essa, levar esperança e juntos irmos melhorando as nossas vidas.
      Te convido a fazer parte do grupo de ajuda mútua online, o EncontrAR, no facebook, o link é https://www.facebook.com/groups/encontrar/

      Bem Vinda 🙂

    2. Priscila Torres Diz

      Olá, Franciny, isso aí, pensamento positivo e acreditando na vida, vamos superando as dificuldades!!!
      Super forças, não desista nunca!!!

  2. Carmy Carneiro Diz

    Ola! Pedi ajuda para minha mãe para me cadastrar aqui no encontAR pois hj estou com bastante dores e seguindo orientação de minha tia decidi procurar companheiras deste probleminha que vai dia apos dia nos limitando. Pretende entrar se possível diariamente para receber orientações e passar minhas poucas experiencias.

  3. Carmy Carneiro Diz

    Ola Olívia!
    Apos cinco meses é que a ficha caiu finalmente. As dores me limitou até hoje de forma da qual não aceitava até agora. Espero prosseguir com esta nova postura. De fato aceitar as limitações ajuda a não nos machucarmos com frequência. Porém não permito ficar estagnada. Lutarei contra as dores e a favor da vida. Obrigada pela ajuda.

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: