Depoimentos

Nada como um dia após o outro

Tudo começou com umas dores na mão, no joelho e eu por não ser ativa, não ter uma alimentação saudável e trabalhar muito achei que era normal. Tomava um paracetamol que aliviava, mas no dia seguinte a mesma coisa.

Até que um dia ao acordar não levantei da cama. No corre corre atrás de médicos, fiz vários exames e não dava nada, até que fui no psiquiatra e fui diagnosticada com depressão, síndrome do Pânico e ansiedade, o médico me diagnosticou com fibromialgia e pediu para eu procurar um reumatologista.

Na primeira tentativa o médico não averiguou e continuou tratando como fibromialgia mas eu não estava vendo melhora e decidi mudar de médico.

Até que apareceu um anjo na minha vida, passou vários exames e não sossegou até descobrir o que era realmente, até que fechou o diagnóstico como Artrite reumatoide.

Hoje em dia estou em tratamento, faço infusão, tomo o tecnomed, ácido folico e vitamina D . Consigo conviver bem com a doença, não sinto tantas dores e aos poucos estou voltando minha vida ao normal.

Se você também ter AR, cuide do seu psicológico, ele que comanda tudo.

Meu nome é Bianca Santos, tenho 26 anos, convivo com o diagnóstico de Artrite Reumatoide a 1 ano sou Esteticista e moro em Cabo frio-RJ.

Related posts

Foi uma alegria finalmente saber o que era, mas uma tristeza também

Priscila Torres

Cibele de Paula Nobre Almeida

Priscila Torres

Viva um dia de cada vez. Tudo bem não estar bem todo os dias.

Priscila Torres
Loading...