Metas do tratamento

Assim que o diagnóstico de uma doença reumática é realizado, a primeira conduta a ser adotada é introduzir as medicações para o controle da doença. Nesse momento, é importante definir quais serão as metas a serem alcançadas com o tratamento.

A meta que sempre discutimos na reumatologia vem do conceito do “treat to target” – T2T, termo criado para descrever um tipo de estratégia de tratamento ajustado em etapas, que tem por objetivo controlar a inflamação, através da reavaliação periódica e ajuste dos medicamentos. Essa avaliação é feita a cada retorno em consulta, através de métricas de controle, análise clínica e de marcadores de atividade de doença (laboratorial ou imagem).

Um alvo ambicioso é obter a remissão completa da doença (ideal) ou, pelo menos, a atividade mínima, prevenindo danos definitivos, melhorando a capacidade física e a qualidade de vida. Este tipo de conduta começou com a artrite reumatoide e tem sido aplicado a outras doenças do campo da Reumatologia, como o lúpus eritematoso sistêmico, espondilite anquilosante e gota.

Na artrite reumatoide, por exemplo, a principal meta é a remissão completa, ou seja, controle total da dor, edema, calor e normalização dos marcadores de atividade inflamatória em exames. Porém em alguns casos pode não ser possível atingir este alvo e ficaremos satisfeitos com a remissão parcial.

O tratamento guiado por metas predefinidas engloba vários elementos distintos: escolha de um alvo e um método para medi-lo; avaliação do alvo em um momento pré-especificado; compromisso de mudar a terapia se o objetivo não for alcançado; e tomada de decisão compartilhada com o paciente.

Lembrando que a cada decisão de iniciar ou alterar a terapia deve ser sempre discutida com cada paciente e as suas preferências devem ser revisadas regularmente. Os pacientes devem sempre ser informados sobre o curso da doença, os benefícios e malefícios de possíveis tratamentos e a base de evidências que sustentam o tratamento a ser alvejado.

#REPOST @drapaularoman

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Planejar aposentadoria fica ainda mais difícil na pandemia

Trabalhador deve conhecer sua vida contributiva e as regras da Previdência antes do pedido A pandemia de Covid-19, a crise econômica e a reforma da...

Procure conhecer tudo à respeito da sua doença e como você pode se ajudar! E acima de tudo, nunca desista!

No final de 2015, tive uma febre tão alta que me debatia na cama. Depois disso, não conseguia mais escovar dentes, pentear os cabelos,...

Live irá debater a falta de medicamentos nas Farmácias de Alto Custo

ReumaLive: Direitos dos Pacientes: Assistência Farmacêutica Em dezembro de 2020, o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), emitiu um documento em que foi declarado...