Mesmo nas dificuldades tenhamos sempre motivos para sorrir e agradecer!

Me chamo Roberta e assim que nasci tive alguns problemas com amamentação pois mamãe não tinha muito leite, logo depois eu tive um sarampo e com um aninho e meio de idade apareceu a artrite reumatoide juvenil. Meus pais em princípio custaram a saber o que eu realmente tinha.

No início como começou no tornozelo direito e eu só queria engatinhar acreditaram na possibilidade de um tumor no pé e fizeram uma biópsia mas não tinha nada haver. Com exames, descobriu que era artrite reumatoide.

A princípio eu era uma criança que andou de bicicleta e patins, as sequelas começaram mesmo na fase da adolescência, e até hoje sofro com elas, infelizmente na minha época não existia esses medicamentos modernos como os biológicos que tomo hoje, acho que quando mais nova, não sofria tanto com a incompreensão das pessoas como sofro hoje.

Quando somos jovens não ligamos tanto para o que as pessoas pensam e falam, mas hoje eu percebo muita incompreensão e palavras tipo você está se fazendo de vítima ou todos nós temos problemas, eu sei bem disso que todos nós temos problemas mas essa doença não é fácil e o emocional conta muito, acredito que o amor e carinho das pessoas ajuda muito amenizar nossas dores.

Eu fui uma menina de sorte por ter tido um pai maravilhoso mas infelizmente ele se foi já tem dezenove anos, como ele faz falta, mas penso que devemos agradecer as coisas boas e sermos fortes para entender que muitas vezes as pessoas fazem coisas por desconhecer nosso problemas, não devemos sofrer pela ignorância de terceiros.

Hoje sou uma mulher formada em direito, tenho um companheiro que mora comigo e me aceita com minhas limitações e sigo meu caminho sempre agradecendo pela vida e pela oportunidade de um tratamento e a sorte de ter novos medicamentos como biológicos.

Mesmo nas dificuldades tenhamos sempre motivos para sorrir e agradecer!

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

 

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: