Lúpus: entenda a misteriosa doença que afeta várias celebridades

O lúpus é uma doença autoimune em que o sistema imunológico, que normalmente protege o nosso corpo, se vira contra si próprio e o ataca, provocando inflamações e alterações nas funções dos órgãos. E as celebridades não estão imunes à essa condição.  

Os primeiros sintomas 

  • A febre alta é um dos primeiros sintomas da manifestação da doença.
  • A sensação de mal-estar acompanha a febre.
  • Inflamações nas articulações são outros sinais da doença.
  • Isto é seguido por inflamação dos pulmões (pleurisia). 
  • A inflamação dos gânglios linfáticos também é um sintoma comum.
  • Todas essas inflamações causam dores no corpo
  • Manchas avermelhadas na pele também são outro sintoma do aparecimento da doença.
  • Aftas também podem aparecer.

CuidadosO lúpus não tem cura, mas o tratamento assegura uma expectativa de vida semelhante à de uma pessoa sem a doença. Procure ajuda especializada. O diagnóstico precoce pode prevenir danos graves ao coração, articulações, pele, pulmões, vasos sangüíneos, fígado, rins e sistema nervoso. O desenvolvimento da doença está ligado a predisposição genética, fatores emocionais e ambientais, como luz ultravioleta e alguns medicamentos.

Lady Gaga – Em 2010, Lady Gaga afirmou ter feito um teste que deu positivo para lúpus, apesar de na época não apresentar sintomas da doença. Em setembro de 2017, a diva pop estava prestes a viajar para o Brasil para se apresentar no Rock In Rio, quando acabou por cancelar não só esse show como uma turnê inteira em virtude de complicações relacionadas ao lúpus e a fibromialgia.

Selena Gomez – Em 2014, a mídia divulgou que a cantora estava na reabilitação por causa do abuso de drogas e álcool. Na verdade, a estrela estava tratando de lúpus. Em setembro de 2017, Selena se submeteu a um transplante de rim por causa da doença crônica. 

Astrid Fontenelle – Em 2012, a apresentadora do GNT descobriu ter lúpus. Astrid chegou a perder 14 kg, sofreu com a queda do cabelo e dores nas articulações. Na época, conta que precisou parar de trabalhar para cuidar da saúde. Hoje em dia, tem uma vida normal graças a uma série de cuidados. Além dos remédios, se protege do sol e usa apenas a sua maquiagem para evitar infecções na pele. 

O lúpus é uma doença autoimune que afeta o tecido conjuntivo no corpo. Suas causas são desconhecidas. O distúrbio faz com que o sistema imunológico atinja suas próprias células e tecidos corporais, causando inflamação e danos aos tecidos. Uma pessoa com lúpus geralmente sofre de fases ativas, onde os sintomas se tornam aparentes, mas passa também por períodos de remissão, onde nenhum sintoma é visível.

Mais presente em mulheres – O lúpus afeta mais mulheres do que homens (8 de 10 portadores da condição são do sexo feminino). 

Idade – Geralmente, os primeiros sintomas aparecem entre os 20 e 40 anos, sendo por volta dos 30 anos a faixa etária mais recorrente. 

Lugares quentes – O lúpus é mais comum em países de clima mais quente. Raios solares intensos podem influenciar no desenvolvimento da doença.

Tipos de lúpus:

Discoide – Esta forma da doença se limita à pele. É identificada através de inflamações cutâneas que aparecem no rosto, nuca e couro cabeludo. Cerca de 10% dos casos de lúpus discoide podem evoluir para lúpus sistêmico.

Sistêmico – Essa variação é geralmente mais grave do que o lúpus discoide e pode afetar quase todos os órgãos e sistemas do corpo. Em algumas pessoas aparecem lesões na pele e nas articulações, enquanto outras podem ter os rins, coração, pulmões ou sangue afetados.

Induzido por remédios – O lúpus eritematoso induzido por remédios resulta do uso de certas drogas ou medicações. A lista de possíveis fármacos responsáveis inclui mais de 100 opções, sendo os mais conhecidos os que levam procainamida e hidralazina. Os sintomas são muito parecidos aos do lúpus sistêmico.

Fonte: Notícias ao Minuto

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Que tenhamos sempre Paciência e Fé em Deus!

Aos 24 anos, fui diagnosticada com psoríase, além das lesões, no corpo, que me deixavam deprimida pelo aspecto de feridas, que não cicatrizam, todas...

Pare de testar sua doença

Eu aposto que você já quis parar o remédio só para ver se não precisava mais dele. E se você fez isso, aposto que se...

Obesidade deve ser tratada com a mesma seriedade que a artrite reumatoide

A obesidade é uma doença que deve ser tratada, com a mesma seriedade que tratamos a artrite reumatoide. Convivo com AR há 15 anos...