Joelho, atenção obrigatória

 

Médico ortopedista alerta sobre problemas no joelho e como proceder nesses casos

Não precisa ser um atleta para ter problemas no joelho. Geralmente, obesidade, sedentarismo, atividades físicas sem orientação adequada, entorses e/ou traumatismos podem estar relacionados com sintomas nos joelhos.  Lesões meniscais, lesões ligamentares, tendinopatias e condropatias, acontecem com frequência e são comuns a todas as pessoas, atletas ou não.

Alguns fatores aumentam o risco desenvolver patologias  no joelho, e devem ser tratados rapidamente, pois em alguns casos podem tornar-se crônicos e incomodar bastante o paciente, é o que alerta o Dr. Matheus S. Teixeira, médico da Clínica Fraturas Hauer e ressalta, “Obesidade, atividade física sem orientação adequada, acidentes, entre outros fatores, podem desencadear problemas no joelho.” O médico explica, ainda,  que qualquer desconforto no joelho não deve ser desconsiderado e o paciente deve procurar um profissional capacitado, para que possam ser realizados os procedimentos de diagnóstico e tratamento.

Geralmente, as  mulheres tendem a ter mais problemas no joelho alerta o doutor. Provavelmente por um menor volume muscular, associado ao sedentarismo e/ou a alterações anatômicas inerentes ao sexo feminino que podem predispor a problemas nos joelhos.  O uso frequente de salto alto também é outro fator que agrava o quadro.  Os achados científicos indicam que uso de salto alto promove sobrecarga musculo-esquelética e alterações biomecânicas da marcha, com passos mais curtos,  lentos e com menor amplitude articular.  Há uma hiperlordose lombar, o aumento da flexão do joelho durante o apoio do calcanhar e o aumento da  sobrecarga  sobre o antepé. A altura do salto é diretamente proporcional a intensidade dessas alterações. Por esses motivos, o uso de salto altos aumenta a chance de desenvolver dor lombar dor no joelho e nos pés, calosidades, entre outros.

Para diminuir os sintomas use  salto alto com parcimônia e de preferência à sapatos com saltos mais largos. Além disso, sugiro realizar exercícios físicos regularmente e fortalecer a musculatura do abdômen, quadril e joelhos.

Serviço: Clínica de Fraturas Hauer

Dr. Matheus S. Teixeira

Ortopedista Especializado em Joelho e Medicina Esportiva

CRM 35758

41 3276-4312 – 99859-4019

[email protected]

http://www.fraturashauer.com.br

 

 

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));