Google Arts disponibiliza acervo com obras de Frida Kahlo

"Faces de Frida" apresenta pinturas, cartas, retratos e imagens da artista mexicana

Frida Kahlo foi, definitivamente, uma artista à frente de seu tempo. A pintora mexicana, que viveu de 1907 a 1954, retratou nos quadros suas dores e explorou temas como o casamento, a maternidade, a bissexualidade e o aborto.

Suas obras agora podem ser vistas no Google Arts & Culture, que lançou um acervo online dedicado à vida e ao trabalho da artista, reunindo mais de 800 obras, como pinturas, cartas, retratos e imagens de Kahlo.

Chamado de “Faces de Frida”, o acervo se apresenta como um “olhar mais atento à vida, arte, amor e legado de Frida através dos olhos de especialistas e daqueles que foram influenciados pela arte dela”.

O acervo tem 20 obras em altíssima definição, onde é possível dar zoom e ver detalhes da pintura. Além disso, contém obras que foram raramente expostas ao público, como peças de coleções particulares.

Uma das seções aborda a relação da artista com o próprio corpo, que sofria de uma doença crônica que afetou sua vida e. consequentemente. suas obras. Pesquisadores acreditam que a artista nasceu com espinha bífida, condição que afeta o desenvolvimento da coluna vertebral e, aos seis anos, a artista foi diagnosticada com poliomielite.

Tais doenças causaram dor crônica durante toda a vida da artista. Em 1925, ela também sofreu um acidente de ônibus, que causou diversas fraturas.

Também é possível fazer um tour pelo acervo por meio da tecnologia de realidade virtual, em que o visitante é apresentado aos momentos, pessoas e influências artísticas de Kahlo em três passeios virtuais.

Fonte: Revista Galileu

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: