Gastrite atacada: e agora, o que comer?

Dor aguda ou queimação no estômago é um dos sintomas característicos da gastrite, doença que pode ser passageira ou crônica. A causa está associada à má alimentação, uso de muitos remédios, estresse e consumo excessivo de bebidas alcoólicas, ou, até uma associação entre esses fatores.

Apesar das inúmeras causas, o incômodo causado pela gastrite pode ser amenizado com uma alimentação equilibrada. Pensando nisso, a nutricionista Jessica Santos, empresa alimentícia especializada na fabricação de produtos saudáveis, esclarece dúvidas sobre o assunto:

Devo ficar sem comer por algumas horas até que a dor passe?

“Não, pelo contrário, pular refeições pode até provocar ou piorar o problema. Isso acontece porque o contato do ácido gástrico diretamente nas paredes do estômago pode causar uma irritação e, por consequência, a gastrite”, explica.

Quais alimentos podem agravar a gastrite?

No geral, alimentos muito gordurosos são mais difíceis de digerir, por isso, podem acelerar a produção de ácido gástrico inflamando ainda mais as mucosas estomacais. Por isso, é importante evitar frituras, carnes vermelhas, queijos amarelos e até condimentos fortes como pimentas e vinagre.

Para evitar carnes e queijos gordurosos, sem abrir mão do sabor, a especialista indica o consumo de carnes e queijos 100% plant-based que têm gosto, textura e aroma igual aos de origem animal, mas têm baixo teor de gordura e trazem outros benefícios para a saúde.

Existem alimentos que podem amenizar a queimação?

Sim. “Uma alimentação saudável quando adotada de forma contínua, sempre respeitando os horários das refeições, é capaz de evitar o problema. Para as pessoas que já sentem o desconforto deve-se optar por legumes, raízes e vegetais sempre cozidos ou refogados, com pouco tempero”, recomenda.

É possível combater a gastrite somente com a alimentação?

De acordo com a profissional, o tratamento da doença varia caso a caso e somente um médico gastroenterologista é capaz de diagnosticar e indicar o tratamento correto, uma vez que existem diversas causas que demandam cuidados diferentes. Por isso, é importante buscar ajuda médica.

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Que tenhamos sempre Paciência e Fé em Deus!

Aos 24 anos, fui diagnosticada com psoríase, além das lesões, no corpo, que me deixavam deprimida pelo aspecto de feridas, que não cicatrizam, todas...

Pare de testar sua doença

Eu aposto que você já quis parar o remédio só para ver se não precisava mais dele. E se você fez isso, aposto que se...

Obesidade deve ser tratada com a mesma seriedade que a artrite reumatoide

A obesidade é uma doença que deve ser tratada, com a mesma seriedade que tratamos a artrite reumatoide. Convivo com AR há 15 anos...