Depoimentos

Força e fé em Deus

Sou mãe de um adolescente de 15 anos que adquiriu AIJ com 3 anos de idade. Tudo começou com uma infeção na garganta, que aparentemente ia embora e depois voltava. Depois ele começou com dores no tornozelo e no joelho, na época ele foi hospitalizado tomou muitos medicamentos e aparentemente foi embora.

A jornada é cansativa mas, a dor machuca e castiga muito mais! Força e fé em Deus. Procurar tomar os remédios com frequência e sempre com acompanhamento de um médico. Meu nome é Cinthya mãe do Kadu.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!

Related posts

Médico reumatologista conta como é conviver com artrite reumatoide

Priscila Torres

Me libertei e encarei a doença de frente

Priscila Torres

A espondilite não é capaz de apagar minha alegria

Priscila Torres
Loading...