ReumaBlogs

Fibromialgia – Não consigo exercitar

Como estão os seus nervos, articulações, músculos, nível de fadiga e dor, somados a medos que levam a hipervigilância dos sintomas que podem provocar aversão a prática de exercício? .

da
É como digo uma linha tênue entre o remédio e o veneno e tudo depende da dose entre preparação corporal, intensidade dos exercícios e adesão do paciente ao tratamento.

Além disso, são rasas as informações acerca da preparação do corpo para a prática de atividades físicas que preconiza o exercício como o pilar fundamental para o controle de sua sintomalogia, pouco abordam a necessidade de realização do manejo de transição para a prática de exercício físico, resumindo seu corpo precisa ser adaptado a prática de exercícios que você escolheu experimentar.

Um corpo fraco e com condicionamento físico vulnerável , falha em conseguir praticar um exercício aeróbico moderado, haja vista que os programas de exercício em pacientes com fibromialgia são a mistura do fortalecimento, condicionamento aeróbico e alongamento, sugerindo exercício de baixo impacto com progressão gradual e intensidade para poder alterar a capacidade aeróbica, aquele exercício que irá te gerar leve ofegância, sendo assim o programa de exercícios devem ser individualizados, baseada na preferência do paciente e prescrito conforme presença de outras comorbidades cardiovasculares, imunológicas, neurológica, pulmonares e musculoesqueléticas.

#REPOST @dra.marina.barbosa

Related posts

Síndrome da Fadiga Crônica (SFC)

Priscila Torres

A dor é invisível. O tratamento não!

Priscila Torres

Fase crônica da Artrite Pós Chikungunya

Priscila Torres
Loading...