Notícias

Espero um dia poder acordar e não sentir dores

Meu nome é Daniela, tenho 34 anos e descobri a Artrite Reumatoide em 2018.

Passei por uma separação do qual fiquei muito abalada e acho q isso pode ter desencadeado a doença já que os genes estavam em mim desde sempre e eu nunca havia sentido nenhum sintoma específico.

Comecei a notar um espaçamento entre meus dentes e dores nos pés. Eu praticamente andava arrastando os pés e foi ai que uma colega de trabalho falou q eu deveria fazer consulta com um Reumatologista e os exames confirmaram a doença.

Comecei tomando corticoide e Reuquinol e logo pude ver os resultados mas com o passar do tempo não surgiu mais efeito e a doença se agravou. Engordei 10kg e a depressão me abalou mais ainda pois a alegria de viver e a felicidade q sempre tive, a doença me tirou. Ninguém pode ser feliz sentindo tantas dores o tempo todo. Até brincar e cuidar dos meus filhos eu já não conseguia.

Atualmente faço uso de Humira e Metrotexate e corticoides porém ainda sinto dores crônicas.

Espero um dia poder acordar e não sentir dores. Espero poder ter a minha vida de volta como era antes de tudo isso.

É como se nenhum remédio fizesse efeito mas não desisto e não faço drama por nada.

Vou a luta. Nada de vitimismo e sim de muita garra e perseverança de um dia poder passar por isso em remissão eterna.
Pra quem sofre como eu, não estamos sozinhos. Há sempre luz no fim do túnel e sei que um dia tudo isso vai passar.
Assim como descrevo minha luta aqui, espero poder voltar com outro depoimento e dizer que eu estou bem e não sinto mais dores.
“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!❤

#depoimento

Related posts

Dor no pescoço – quando devo me preocupar?

Priscila Torres

Identificar a Hipercolesterolemia Familiar (HF) pode salvar a sua vida e a dos seus filhos

Priscila Torres

Londrina sedia o 2º Encontro Regional sobre o Lúpus a partir desta quarta

Priscila Torres
Loading...