Espanhola morre depois de uma sessão de apiterapia (terapia com picadas de 🐝 abelhas)

Uma mulher de 55 anos, sem historial de alergias, morreu após um tratamento de apiterapia – que está disponível em Portugal

O caso já aconteceu em 2015, mas só agora se soube, ao ser descrito num estudo científico publicado no Journal of Investigational Allergology and Clinical Immunology – uma espanhola de 55 anos, sem alergias nem problemas de saúde relevantes, morreu na sequência de uma sessão de apiterapia.

A mulher submetia-se, há dois anos, a sessões mensais de apiterapia – terapia com abelhas (em que um inseto vivo é pressionado até injetar o veneno num ponto específico do corpo do paciente), para supostamente tratar o stress e problemas musculares. Até que, durante uma sessão, logo após a picada da abelha, teve uma reação alérgica à toxina, foi acometida de problemas respiratórios graves e perdeu a consciência. A clínica de medicina alternativa “não dispunha de adrenalina”, refere o estudo, e a ambulância demorou 30 minutos a chegar. A mulher morreu semanas mais tarde de falência generalizada de órgãos.

Poder-se-ia duvidar da relação causa-efeito, tendo em conta que a vítima foi “tratada” durante dois anos sem ter alguma vez desenvolvido alergias. Mas, segundo os investigadores, o choque anafilático deveu-se precisamente à injeção repetida de veneno de abelha, que fez aumentar o risco de reação alérgica.

A apiterapia, uma terapia não comprovada cientificamente e que envolve várias técnicas relacionadas com abelhas (além das picadas, são usados produtos como mel e cera dos favos), é usada sobretudo na Ásia, mas tem visto a sua popularidade crescer exponcencialmente no Ocidente, facto a que não será alheia a recomendação dada por personalidades como a Duquesa de Cambridge, Kate Middleton, e a atriz Gwyneth Paltrow.

Em Portugal, há clínicas que disponibilizam apiterapia, além de uma associação. Em vários sites nacionais, garante-se que estas técnicas curam as doenças mais diversas: nos olhos, no nariz, nos dentes, no peito, nos aparelhos cardiovascular, respiratório, digestivo e uro-genital, na pele, nas costas e muitas outras.

Fonte: http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2018-03-24-Espanhola-morre-depois-de-uma-sessao-de-acupuntura-com-abelhas

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: