Depoimentos

Eliana Aparecida Faustino

Com muitas idas em ortopedistas, meu punho inchava demais e voltava sempre com um gesso de presente, era toda semana e muito remédio para inflamação. Depois de muitas idas e vindas, um ortopedista pediu um exame de sangue, e constatou que eu tinha AR com fator negativo. Começou a minha tortura, dores horríveis, e remédios contínuos. Com isso começaram as cirurgias, fiz duas no pé esquerdo onde coloquei seis parafusos, e logo fiz a retirada de dois, duas no joelho direito e duas na mão direita onde coloquei dezesseis parafusos, uma placa de titânio e enxerto ósseo. Perdi 80% do movimento dá mão direita, e ando mancando. Com tudo isso, a vida tem que continuar, hoje faço acompanhamento com o reumatologista e ortopedista, pois estou esperando, por mais uma cirurgia uma prótese de joelho. No mês de agosto o reumatologista, tirou o metotrexato e me passou o ARAVA, que me dei muito bem, tomo cortisona, omeprazol e paracetamol a cada 12hs. No começo foi difícil, mais hoje aprendi a conviver com a dor assim fica mais fácil a vida. Um dia de cada vez!

Depoimento8

 

Eliana Aparecida Faustino tem Artrite Reumatoide, diabetes , esteatose hepática atualmente com 40 anos, seu diagnóstico foi há 15 anos aos  25 anos, teve filho(a, os, as) depois da doença, solteira e atualmente desempregada.

Artigos Relacionados

Emanuelle Puhl Zamboni #‎SufferingtheSilence‬

Priscila Torres

Meus sonhos não serão esquecidos, é só uma fase ruim, que logo passa e volto a voar novamente!

Priscila Torres

Depois do diagnóstico de Artrite Reumatoide, estudei pedagogia e hoje sou professora concursada pela lei de cotas PNE

Priscila Torres
Loading...