Notícias ReumaBlogs

DORmir X Fibromialgia

Cerca de 75% dos pacientes com fibromialgia relatam alterações do sono, particularmente o sono não-restaurador, ou seja, a noite de sono não tem o efeito reparador esperado, ocorrendo justamente o inverso, o paciente acorda mais cansado do que ao deitar.

O padrão do sono  é referido muitas vezes pelos pacientes como um estado de vigília, ou como um sono superficial, durante o qual ocorrem despertares frequentes, provocados por estímulos leves. Os estudos de polissonografia em indivíduos fibromiálgicos demonstram a privação das fases profundas do sono não-REM (estágios 3 e 4), responsáveis pelo efeito reparador do sono.
Os distúrbios do sono perpetuam os sintomas da doença, com piora da dor, fadiga e irritabilidade. Desse modo, as intervenções destinadas a melhorar a qualidade do sono podem ajudar a melhorar a saúde e qualidade de vida  para pacientes com fibromialgia.
#dravivianemachicado #fibromialgia #fibromyalgia #sono #reumatologia #artritereumatoide #lupus #espondiliteanquilosante
#REPOST @dravivianemachicado

Related posts

Projeto que obriga banheiros adaptados para deficientes é aprovado no RN

Priscila Torres

Artrose: próteses de quadril e joelho devolvem mobilidade ao paciente

Priscila Torres

Mais de 100 motivos para comemorar a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência

Priscila Torres
Loading...