Notícias

Dores musculares nas pernas podem ser aliviadas com LEDs vermelho e infravermelho

Se você sente que a dor nas pernas é seu ponto fraco, uma novidade pode ajudar: é o Sportllux, equipamento de uso domiciliar que conta com LEDs vermelho e infravermelho. O dispositivo usa a tecnologia LLLT – Low Level Light Therapy (Terapia com Luz de Baixa Potência) para ação analgésica e anti-inflamatória, com benefício para dores musculares e lesões osteoarticulares.

De acordo com estudo publicado no Journal Of Orthopaedic & Sports Physical Therapy, a tecnologia LLLT, no caso das dores musculares, atrasa significativamente o desenvolvimento da fadiga muscular e “pode ter um efeito protetor sobre o desenvolvimento da isquemia muscular e do dano muscular induzido pelo exercício”. Segundo o angiologista Dr. Álvaro Pereira de Oliveira, quando ocorre a interação da luz com os tecidos, há um aumento de ATP (energia) mitocondrial e óxido nítrico. “O ATP auxilia na contração muscular e o óxido nítrico tem efeito analgésico, por isso essa tecnologia é tão interessante para atletas profissionais e amadores”, afirma o médico. Além disso, o dispositivo também pode ser utilizado para câimbras, lombalgias, fibromialgias, reumatismo, fadiga muscular, redução de edema, tendinites, artrites, artroses, bursites, síndrome do túnel do carpo, pós-operatório, dores neurológicas e ação anti-inflamatória local.

Victor Oliveira explica que Sportllux trabalha com luzes nas faixas de 660nm (vermelho) e 850nm (infravermelho) com tecnologia completamente segura, em um dispositivo leve e de fácil operação. “Se utilizado corretamente, o aparelho é capaz até de aliviar a dor crônica e aguda”, afirma. O home device está disponível em duas versões: Sportllux Arm (18 emissores do LED vermelho e 18 emissores de LED infravermelho) e Sportllux Back (36 LEDS vermelhos e 36 infravermelhos).

Modos de uso — Quanto ao modo de uso, o produto deve ser confortavelmente posicionado no local de aplicação, sendo mantido na mesma posição durante toda a sessão. Podendo ser usado pré ou pós-exercício ou para lesões, são três protocolos:

Para lesões: duas sessões seguidas (total de 20 min) duas vezes ao dia, com ação analgésica e anti-inflamatória no caso de lesões osteoarticulares.

Antes da atividade física: uma sessão (total de 10 min) pré-treino para preparar o músculo para a atividade física. Benefícios: melhora da microcirculação local, do fluxo linfático e auxílio na modulação do estresse oxidativo;

Após a atividade física: duas sessões seguidas (total de 20 min) pós-treino para acelerar a remoção de ácido lático, diminuir a fadiga muscular, aliviar a dor crônica e aguda;

Fonte: A COSMEDICAL

Artigos Relacionados

Feliz Dia do Blogueiro!

Priscila Torres

Ministério da Saúde abre edital para capacitação de farmacêuticos do SUS em segurança do paciente

Priscila Torres

Espondilite anquilosante pode provocar fortes dores

Priscila Torres
Loading...