Notícias

Dor ou manha? Como interpretar corretamente os sinais do seu filho

Como entender o que quer dizer o choro de um bebê nos primeiros meses de vida? E como saber se a queixa de dor não é pura manha? Dor é uma das questões médicas mais difíceis de diagnosticar e tratar. Especialistas já sabem que a intensidade da sensação varia de pessoa para pessoa por uma série de questões como fatores fisiológicos e culturais, sensibilidade e experiências anteriores. Dor é um sinal de alerta de que algo não vai bem e, por isso, em crianças, a atenção deve ser redobrada.

Cerca de 40% das crianças e adolescentes queixam-se de dor que ocorre pelo menos uma vez por semana. Além disso, a dor crônica afeta de 15% a 20% delas no mundo. “Crianças sentem vários tipos de dor, desde a cólica do bebê até as ligadas à prática de esportes. Porém, por falta de entendimento, muitas vezes elas são menosprezadas pelos pais e até médicos”, afirma o pediatra e reumatologista Claudio Arnaldo Len, do Hospital Israelita Albert Einstein, e um dos autores do Consenso sobre Dores Pouco Valorizadas em Crianças, lançado em 2011 pela SBP (Sociedade Brasileira de Pediatria). Nove anos depois de a publicação ser disponibilizada, o assunto continua atual e ainda tira o sono de muitos pais. Isso porque, lembra o médico, pessoas muito expostas à dor na infância se tornam mais sensíveis a ela na vida adulta.

Artigos Relacionados

NASF promove encontro de pacientes com fibromialgia

Priscila Torres

HUMIRA® (Adalimumabe) da AbbVie É Aprovado no Brasil para o Tratamento de Espondiloartrite Axial Não-Radiográfica

Priscila Torres

Sociedade Brasileira de Reumatologia Anuncia Novo Presidente

Priscila Torres
Loading...
%d blogueiros gostam disto: