ReumaBlogs

Doenças Reumáticas e amamentação – O que você precisa saber!

Vocês sabem quais são os cuidados especiais?⁣

⁣O mês de agosto, conhecido como agosto dourado, tornou-se simbólico na promoção do aleitamento materno no Brasil e no mundo. ⁣

Doenças como a artrite reumatoide (AR), o Lúpus e a Espondilite Anquilosante ocorrem frequentemente em mulheres jovens; portanto, o manejo de tais condições durante a amamentação é um aspecto importante do tratamento.⁣

Tanto na AR quanto no Lúpus há um risco maior de reativação da doença no pós-parto, enquanto nas espondiloartrites o efeito da gravidez na atividade da doença é variável. Por outro lado, existem inúmeros benefícios da amamentação para as mulheres e seus bebês (rende outro post!). Para uma amamentação segura temos que avaliar as medicações em uso e se a condição dessa mãe permite uma mudança no tratamento!

Antiinflamatórios não esteroidais (AINEs) podem ser usados. O ibuprofeno é o AINE preferido, apenas pelo fato de ser secretado no leite em quantidades muito pequenas, além de sabermos mais sobre sua segurança. ⁣

A aspirina em doses moderadas a altas deve ser evitada!

Os corticoides (prednisona) são compatíveis com a amamentação.

Deve-se descartar o leite materno nas primeiras 4 horas após a ingestão de uma dose de prednisona ≥20 mg, pois o pico de concentração no leite é alcançado 2 horas após a ingestão materna.⁣

A hidroxicloroquina também é segura e deve ser mantida! ⁣

A sulfassalazina (SSZ) é excretada em baixa concentração no leite e é permitida em bebês saudáveis ​​a termo. ⁣

Porém, deve-se evitar amamentar bebês prematuros, aqueles com hiperbilirrubinemia ou deficiência de glicose-6-fosfato desidrogenase .⁣

Azatioprina , ciclosporina e o tacrolimus são compatíveis com amamentação. ⁣

etanercepte, infliximabe e adalimumabe, são compatíveis com a amamentação. São moléculas grandes que passam pouco para o leite. Dados limitados a respeito de abatacepte, tocilizumabe, rituximabe, ustequinumabe, secuquinumabe, mas pela mesma razão, são pouco excretados no leite!
.
CONTRAINDICADOS: Metotrexato, talidomida, ciclofosfamida, micofenolato mofetila, belimumabe e leflunomida. ⁣
Já salve aí o post e compartilhe com quem precisa!

#REPOST @anajuliabicalho.reumato

Related posts

Minha família, eu e o reumatismo

Priscila Torres

Reumalive: Remissão da artrite reumatoide em tempos de coronavírus é possível?

Priscila Torres

Sacroileíte

Priscila Torres
Loading...