Notícias

Doenças autoimunes em Portugal: O reconhecimento do trabalho desenvolvido em Vila Real

É a primeira vez que a capital transmontana vai receber uma Reunião Anual do Núcleo de Estudos de Doenças Autoimunes (NEDAI) da Sociedade Portuguesa de Medicina Interna (SPMI). Para a coordenadora da reunião, Elisa Serradeiro, tal “reflete o reconhecimento do trabalho que foi sendo realizado ao longo dos últimos 20 anos na Unidade de Doenças Autoimunes do Hospital de Vila Real”, pela qual é responsável.

De acordo com a médica, “para elaborar o programa, privilegiamos a vertente clínica”, tendo sido convidados “especialistas de reconhecido mérito na área da autoimunidade, para, nas suas conferências, nos falarem sobre tratamento de nefrite lúpica, síndrome de Sjögren e doenças autoimunes muito raras”.

Já nas mesas redondas, estarão em debate temas como o papel dos autoanticorpos nas doenças autoimunes, esclerose sistémica, miopatias inflamatórias e vasculites sistémicas.

A especialista acrescenta que haverá também um caso clínico interativo, “em que poderemos testar alguns dos conhecimentos aqui adquiridos e que ilustra o papel da Medicina Interna no tratamento dos doentes autoimunes”.

Por outro lado, adianta que os doentes não foram esquecidos: “Pela primeira vez, numa sessão para doentes, vamos reunir doentes, representantes das associações de doentes, enfermeiras do Hospital de Dia de Autoimunes e médicos. Temos como objetivo dinamizar as associações de doentes a nível regional, promover o diálogo e a troca de experiências e a partilha de dúvidas.”

Assim, representantes das associações de doentes com artrite reumatoide, espondilite anquilosante, lúpus e esclerodermia falarão sobre temas “como o papel das associações de doentes, o que é o lúpus, aspetos psicológicos do doente autoimune e o porquê de ter uma doença autoimune”.

Até porque, sublinha, “sem os quais nada disto faria sentido”.

Outra das novidades prende-se com a realização de um curso de´Doenças Autoimunes para Médicos de Família`. O objetivo é “promover a proximidade entre os médicos de família e os médicos hospitalares, alertar para os sintomas ou sinais que podem fazer suspeitar de uma doença autoimune, e também informar sobre os fármacos usados no tratamento destas patologias, suas indicações e efeitos adversos.”

O programa contempla ainda a realização de 3 cursos pré-reunião, dirigidos a diferentes populações:
– “Doenças Autoimunes para Médicos de Família“;
– “Capilaroscopia periungueal”, para internos de medicina interna ou internistas dedicados a tratar doentes autoimunes;
– “Doente Autoimune na Urgência”, para todos os internos ou internistas que contactam com estes doentes no Serviço de Urgência.

O programa pode ser consultado aqui.

Para mais informações:
Secretariado – Veranatura
[email protected]

Fonte: https://www.justnews.pt/noticias/doenas-autoimunes-o-reconhecimento-do-trabalho-desenvolvido-em-vila-real#.WsM3dYjwbIU

Artigos Relacionados

Já fez seus exames este ano?

Priscila Torres

Colite Ulcerativa

Priscila Torres

Novos estudos realizados com abatacepte na busca por alternativas terapêuticas para pacientes com artrite reumatoide

Priscila Torres
Loading...