if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));

Conviver com a Dor na Artrite Reumatoide

Aprender a conviver com a dor é um dos primeiros desafios da nossa vida com AR.

A dor será nossa companheira quando estamos com doença ativa, ou no começo da artrite reumatoide a dor é sempre presente e assustadora, ela nos acorda e nos coloca para dormir (isso quando ela nos deixa dormir). Com o passar do tempo, acredite, aprendemos a conviver com a dor, e a dor já não é tão impactante. Conforme os medicamentos que controlam a doença passam a fazer efeito, as dores diminuem e se tornam menos intensas; a rigidez matinal se torna discreta e podemos experimentar dias de dores melhores e calmos.

Não podemos deixar que a dor domine a nossa vida.

A dor da artrite reumatoide é insidiosa, ela vem do nada e não vai embora sozinha, quando as articulações começam a doer, geralmente essas mesmas articulações podem doer dias, semanas e até meses, por isso, a cada nova dor, é preciso comunicar o médico reumatologista para que ele possa avaliar se a doença está em atividade, se é necessário ajustar algum medicamento ou trocar a medicação.

Dor nova na artrite reumatoide merece sempre atenção, não podemos deixar a dor crescer e dominar nossas vidas, precisamos reconhecer precocemente cada nova dor e buscar ajuda médica. Isso colabora para intervenção médica precoce e melhor qualidade de vida e consequente maior durabilidade das articulações.

A dor limita, mas não impossibilita; arme-se contra a dor!

Anúncios
  1. Tânia Martins Diz

    A artrite tem judiado de mim….tenho sentido dor até na mandíbula, me prejudicando nas refeiçoes….

  2. Sirley Morais Diz

    Tania, ja tive dor mandibular e em todos os dentes decorrente da artrite,informe ao seu reumatologista…

  3. Graça Brito Pinho Diz

    Depois que comecei a tomar ACTEMRA, melhorei muito das dores dos braços, mãos, pescoço e pés. Agora os joelhos estão muito prejudicados, sinto muita dor e dificuldade em andar. Também sentia dor na mandíbula, não achava que era da artrite. São 12 anos doente.

  4. Arlete Abreu Diz

    Graça Brito Pinho, tava vendo na net casos de AR, e várias pessoas fazem uso de Cloreto de Magnésio e relataram q essa medicação fez milagre, conversa com teu medico a respeito. Força e Fé cunhada. Bjo

  5. Raquel Pace Diz

    É, mas nem sempre conseguimos falar logo c/o Reumato. A Burocracia dos Hospi
    tais e a Demora de Tratamentos Alternativos, nos deixam pior. O Governo PRECISA mudar esta realidade o mais rápido possível…..

  6. Priscila Torres Diz

    Raquel.. em ambulatórios do SUS só tem um jeito de falar com o médico fora da consulta, tem que ir pessoalmente no ambulatório no dia de atendimento, infelizmente é o único jeito.

  7. Priscila Torres Diz

    Tania, vc precisa se consultar com um Dentista especialista em Buco Maxilo, existe tratamento para diminuir essa dor.

  8. Raquel Pace Diz

    Agradeço Priscila, é o que vou fazer…. bjs.

  9. Maria Lopes Diz

    Minha filha tem 14 anos e a 4 sofre de artrite reumatoide juvenil poliarticular grave. É uma doença q incomoda muito o paciente e preocupa a família. Os riscos são muitos. São dores diárias, limitações, várias medicações, muitas idas a médicos, exames, etc, etc… Desde que começou a se tratar até hoje toma (entre outros) corticoide e não consegue parar. Essa medicação entre outra consequências impede o crescimento. Hoje está fazendo tbm uso de uma medicação biológica que é o MBREL/ETANERCEPTE, é bom, está ajudando bastante, pois sente bem menos dores.
    O Estado fornece esse medicamento, pois é bem caro. Gente vale a pena. Abraços!!!

    1. Priscila Torres Diz

      Olá, Maria Lopes.
      Sua pequena já está usando biológico, que bom, aos poucos ela vai conseguir parar o corticóide e crescer um pouquinho mais. Temos um grupo de ajuda no facebook chamado EncontrAR, lá temos várias mães e adolescente com Artrite Idiopática Juvenil. Te convidamos a fazer parte do nosso grupo https://www.facebook.com/groups/encontrar/

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: