Convivendo da melhor forma possível com a doença

 A doença manifestou-se no final de 2015, apresentando inchaço e dificuldade nas articulações medianas dos dedos das mãos.

O tratamento iniciou-se no início de 2016. Realizadas as verificações e exames, fui diagnosticado com AR.

Os medicamentos que usei no início do tratamento foram o Reuquinol, Leflunomida e Ácido Fólico que após alguns meses alteraram absurdamente as enzimas do fígado.

Desta forma foi substituído pelo Enbrel 50mg uma dose a cada semana, meus dedos desincharam e as articulações voltaram ao normal. Hoje, graças à Deus levo uma vida normal

Busquem consultar-se com um bom médico e especialista na área.

Meu nome é Edson Yoshida, tenho 43 anos, convivo com a artrite reumatoide há 4 anos, sou Administrador e moro em Paulínia – SP.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

É simples, preencha o formulário no link http://ow.ly/gGra50nFGJp

Doe a sua história!❤

#depoimento

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Que tenhamos sempre Paciência e Fé em Deus!

Aos 24 anos, fui diagnosticada com psoríase, além das lesões, no corpo, que me deixavam deprimida pelo aspecto de feridas, que não cicatrizam, todas...

Pare de testar sua doença

Eu aposto que você já quis parar o remédio só para ver se não precisava mais dele. E se você fez isso, aposto que se...

Obesidade deve ser tratada com a mesma seriedade que a artrite reumatoide

A obesidade é uma doença que deve ser tratada, com a mesma seriedade que tratamos a artrite reumatoide. Convivo com AR há 15 anos...