ReumaBlogs

Conexão Intestino & Doenças Reumáticas

O nosso trato gastrointestinal é o lar de mais de 1000 espécies diferentes de bactérias, mas também de alguns fungos e vírus, que coexistem com o hospedeiro em uma relação recíproca. A microbiota ou microbioma (conjunto de todos esses microorganismos) é necessária para o desenvolvimento e formação do nosso sistema imunológico sendo muitas vezes a primeira linha de defesa contra antígenos externos.

O termo Disbiose refere-se ao desequilíbrio na microbiota e está sendo cada vez mais associado a uma diversidade de doenças, incluindo as doenças reumáticas.

Nos últimos anos os estudos avançaram e comprovaram que essa associação é mais forte no grupo das Espondiloartrites (que inclui a Espondilite Anquilosante). Estudos de biópsia intestinal em pacientes com Espondilite confirmaram que existe uma inflamação intestinal microscópica em até 60% dos pacientes e 5-10% apresentaram clinicamente Doença Inflamatória Intestinal em si (Doença de Crohn ou Retocolite Ulcerativa). Além disso, a inflamação intestinal ativa está associada a aumento da atividade da Espondilite Anquilosante e maior risco de progressão.

Uma das explicações é um fenômeno que chamamos de mimetismo molecular com o HLA-B27, marcador genético muito importante na Espondilite Anquilosante.

Como vocês podem ver fatores genéticos e ambientais podem contribuir para o surgimento das doenças. Manter um estilo de vida saudável e uma alimentação adequada é essencial para melhorar a saúde e qualidade de vida. Um acompanhamento adequado com reumatologista e gastroenterologista também é fundamental.

#REPOST @reumatologistasalvador

Artigos Relacionados

Artrite Reumatoide – Inflamação das articulações de origem autoimune

Priscila Torres

Gravidez e Lúpus

Priscila Torres

Autocuidado: Ansiedade e dor – Desafios diários, mudanças incríveis

Priscila Torres