Cirurgia bariátrica

A cirurgia bariátrica é um procedimento cirúrgico de redução de estômago que tem como finalidade proporcionar aos pacientes uma significativa perda de peso, bem como tratar as doenças associadas à obesidade. Realizada por um cirurgião especializado, a cirurgia é indicada quando o paciente não consegue perder o peso necessário com o tratamento clínico prévio.

“A cirurgia bariátrica é indicada para pacientes portadores de obesidade mórbida, grau definido segundo uma classificação mundial denominada IMC (Índice de Massa Corpórea), que é calculada através do peso dividido pela altura ao quadrado (IMC = Peso/ Altura x Altura).

De acordo com esse cálculo: IMC 20 – 25: peso normal; IMC 25 – 30: obesidade grau l; IMC 30 – 35: obesidade grau II; IMC 35 – 40: obesidade grau III (mórbida). Os pacientes com IMC > 40 e entre 35 – 40 com doenças associadas à obesidade têm indicação de serem submetidos à cirurgia bariátrica”, explica o Dr. André Augusto Pinto, cirurgião bariátrico e prestador de serviços no Hospital América de Mauá.

A principal vantagem da indicação da cirurgia bariátrica é que o paciente perderá entre 30 a 40 % do peso e, se seguir todas as orientações, não reganhará peso, evitando aquele famoso efeito sanfona das dietas alimentares. “Além disso, a cirurgia bariátrica leva a uma perda de peso que é a maior entre todos os procedimentos conhecidos.

Ela tratará as doenças associadas à obesidade, como a hipertensão arterial, diabetes mellitus, dislipidemias (colesterol e triglicérides elevados), esteatose hepática (gordura no fígado) etc.”, ressalta o doutor.

Atualmente, as cirurgias bariátricas são realizadas através da videolaparoscopia e tem duração de 60 a 120 minutos; o período de internação varia de 02 a 03 dias, caso não haja nenhuma intercorrência e a maioria dos pacientes não internam em UTI. “No SUS, ainda se faz algumas cirurgias convencionais, e a cirurgia robótica está sendo feita em alguns pacientes. Existem várias técnicas cirúrgicas e as mais realizadas são o By Pass gástrico e a Gastrectomia Vertical (Sleeve Gástrico), as duas com excelentes resultados”, comenta o médico.

As principais contraindicações da cirurgia bariátrica estão relacionadas especialmente a graves patologias cardíacas e pulmonares, pois aumentam muito o risco do procedimento cirúrgico. “Doenças psiquiátricas e transtornos psicológicos, como a compulsão alimentar não tratada, também são outras contraindicações, pois fazem com que os pacientes não obedeçam às orientações dietéticas pós-operatórias, causando riscos sérios à saúde dos pacientes operados”, pontua Dr. André.

A avaliação pré-operatória do paciente é feita através de exames laboratoriais, como: endoscopia digestiva alta, ultrassom de abdome total, além de avaliação com equipe multidisciplinar composta por endocrinologista, cardiologista, pneumologista, anestesista, psicólogos e nutricionistas. “Os principais cuidados pré-operatórios são: fazer uma boa avaliação clínica e multidisciplinar e perder em torno de 10% do peso, principalmente para aqueles pacientes muito obesos, o que facilitará significativamente o procedimento cirúrgico”, esclarece o especialista.

É fundamental no pós-operatório o paciente seguir as orientações do seu cirurgião e da equipe multidisciplinar, bem como mudar seus hábitos alimentares e modo de vida, introduzindo atividades físicas regulares, diminuindo o sedentarismo para que sua perda de peso seja satisfatória.

A cirurgia bariátrica está indicada para pacientes entre 18 e 70 anos. Pacientes entre 16 e 18 anos também podem ser submetidos à cirurgia, desde que tenham autorização de seus pais. “O Hospital América é um hospital de referência na região do ABC para cirurgia bariátrica. A equipe da cirurgia bariátrica foi implantada no hospital em 2010, coordenada pelo Dr. André A. Pinto, tendo como assistente o Dr. Bruno Ferrari Bolla, com auxílio do Dr. Victor Stefanato Alvarez e conta com toda a infraestrutura e tecnologia para o tratamento dos pacientes obesos, dispondo de centro cirúrgico, materiais e equipamentos de última geração.

Contamos também com equipe multidisciplinar composta por cirurgiões bariátricos, endocrinologistas, cardiologistas, dermatologistas, pneumologistas, anestesistas, psicólogos e nutricionistas altamente especializados no tratamento e acompanhamento dos pacientes obesos, trabalhando em conjunto para uma cirurgia segura e um resultado pós-operatório de sucesso para todos os nossos pacientes, além do acompanhamento a longo prazo, com todo o suporte necessário para o sucesso da cirurgia , perda de peso satisfatória e melhora da sua qualidade de vida.

Dispomos ainda de ambulatório com salas de atendimento especiais com maca, cadeiras e balanças próprias para os pacientes obesos”, finaliza.

Entrevista:  Dr. André Augusto Pinto | Cirurgião bariátrico e prestador de serviços no Hospital América de Mauá | Membro Titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica

Fonte: M112 – Assessoria de imprensa

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Artigos Relacionados

Que tenhamos sempre Paciência e Fé em Deus!

Aos 24 anos, fui diagnosticada com psoríase, além das lesões, no corpo, que me deixavam deprimida pelo aspecto de feridas, que não cicatrizam, todas...

Pare de testar sua doença

Eu aposto que você já quis parar o remédio só para ver se não precisava mais dele. E se você fez isso, aposto que se...

Obesidade deve ser tratada com a mesma seriedade que a artrite reumatoide

A obesidade é uma doença que deve ser tratada, com a mesma seriedade que tratamos a artrite reumatoide. Convivo com AR há 15 anos...