Cadê o remédio que estava ali?

Tudo começou com a falta de um paracetamol aqui, uma nimesulida ali, e a situação foi se agravando nas farmácias comuns do SUS de todo país. Foi então que as farmácias de alto custo também começaram a demonstrar os primeiros sintomas dessa crise que hoje atinge todo o território nacional.

Medicamentos de alto custo onde uma injeção ou caixa de remédio custa em torno de R$400,00 à R$10.000,00 reais, faz com que o paciente entre em desespero e fique totalmente desamparado pois o SUS é o único meio disponível para se ter acesso ao tratamento. Em qualquer rede social ou grupo de apoio à pacientes, é possível notar a grande quantidade de pacientes insatisfeitos e com seus tratamentos interrompidos, pacientes esses que muitas vezes estavam com suas doenças em remissão e agora começam a sentir os efeitos da falta do medicamento no seu corpo, as dores retornando, nervos a flor da pele com essa incerteza e falta de informação, pois a unica informação que é dada é de que não tem previsão o retorno do abastecimento de medicamentos.

Agora fica o medo e a duvida sobre as consequências que essas interrupções de tratamentos irão gerar para os pacientes e o SUS, pois haverá muito mais pessoas com dores, debilitadas, necessitando de mais médicos, mais remédios, mais exames para analisar a atividade da doença, entre outros serviços, uma bola de neve sem fim que só faz sofrer o paciente que contribuiu sua vida inteira muitas vezes e hoje não tem o retorno dos seus impostos para seu beneficio e necessidade.

Muitos grupos de apoio a pacientes, inclusive nós, fizemos um apelo às pessoas que possuam essas medicações sobrando ou que não precisem mais, para que façam a doação do medicamento, principalmente Leflunomida e metotrexato, amenizando um pouco a dor e o sofrimento dessas pessoas que estão dependendo no momento de ajuda e apoio.

Via: Dayane Ferreira

Comentários
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: