ReumaBlogs

Artrite Reumatoide difícil de tratar

‘Difficult-to-treat RA’  em inglês, para nós Artrite Reumatoide difícil de tratar ou de difícil controle, é um termo utilizado pra descrever quadros desafiadores de Artrite Reumatoide que não respondem bem ao tratamento padrão e costumam evoluir de maneira mais agressiva (mais sintomas e mais impacto na qualidade de vida)

Na prática, vemos que existe um grupo de pacientes com AR em que precisamos constantemente mudar as medicações para tentar atingir a remissão, e ás vezes nos deparamos com a situação de já ter utilizado todo nosso arsenal e mesmo assim a doença não estar totalmente sob controle.

A Liga Europeia de Reumatologia (EULAR) recentemente publicou um artigo onde define os 3 critérios obrigatórios para classificar esse tipo de Artite Reumatoide de difícil tratamento .

1. Tratamento de acordo com as recomendações do EULAR com falha de ≥2 biológicos ou sintéticos direcionados- pequenas moléculas (com diferentes mecanismos de ação) após falha da terapia convencional de DMARDs (drogas modificadoras da atividade de doença) sintéticos.

2. Presença de um ou mais dos seguintes: pelo menos atividade moderada da doença; achados de doença ativa; incapacidade de reduzir os glicocorticóides; progressão radiográfica rápida; AR com importante redução na qualidade de vida;

3. Manejo da doença problemático conforme percebido pelo reumatologista e / ou paciente.

Essa definição é importante pois será usada em estudos clínicos e pesquisas para descobrir a melhor abordagem nesse grupo específico. Sabemos também que outros fatores como comorbidades, nível socioeconômico e outras causas de dor crônica (como fibromialgia associada) devem ser sempre analisados pois frequentemente podem impactar no sucesso do tratamento.

#REPOST @reumatologistasalvador

Artigos Relacionados

Dermatopolimiosite – O que é?

Priscila Torres

Sacroileíte: Você sabe o que é?

Priscila Torres

Não tenha medo da cloroquina

Priscila Torres