Antes da artrite eu

“Antes da doença, eu fazia de tudo, minha vida era uma correria, eu fazia mil coisas ao mesmo tempo e conseguia completar todas as atividades planejadas, raramente deixava alguma coisa sem terminar. Antes da doença, eu limpava toda a casa de uma única vez e sem parar, hoje, eu limpo cada cômodo de uma vez, se limpo a geladeira, não limpo o fogão. Antes da doença, ah, antes da doença, eu era outra pessoa”…

Quantas vezes você já se falou “antes da doença?”, quantas vezes nos cobramos “porque não conseguimos”
Viver o antes da doença é uma péssima escolha, cada vez que recordamos de algo que não conseguimos mais fazer, nossa angústia e sentimento de inutilidade aumenta e isso se converte em stress e consequentemente em dor e a dor, nós fará fazer ainda menos. No entanto, precisamos aprender a deixar o “antes da doença” para o “agora, depois da doença”, é preciso saber viver a nova vida, aprender a fazer todas as coisas de antes da maneira de hoje.
Quando nos prendemos muito no que perdemos, não conseguimos enxergar as possibilidades que estão diante de nós.
Viva o agora e encontre uma nova forma de viver plenamente. Adaptação faz parte do processo aceitação e superação da doença. Esse deve ser a frase de cabeceira de toda pessoa com artrite reumatoide.
Pense “agora eu farei todas as coisas de um novo jeito”
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.