UPeSC da FMB realizará pesquisa em Botucatu sobre dor crônica e automedicação

automedicaçãoBotucatu, no interior de São Paulo, realizará estudo sobre “dor crônica e automedicação”, as pessoas receberão visitas domiciliar dos entrevistadores à partir do último fim de semana de agosto/2015. O estudo prevê a implementação de uma política públca de atenção a pessoa com dor crônica dessa cidade.
A Unidade de Pesquisa em Saúde Coletiva (UPeSC) da Faculdade de Medicina de Botucatu/Unesp (FMB) realizará uma pesquisa na cidade com o tema “dor crônica e automedicação em adultos: prevalências e fatores associados”. O objetivo é estudar a prevalência da dor crônica entre os botucatuenses, assim como os seus hábitos de automedicação.
O levantamento será realizado por meio de entrevistas nos domicílios dos indivíduos, com no máximo 400 casas, que serão visitadas aleatoriamente por meio um sorteio. Os entrevistadores usarão um jaleco e serão identificados por um crachá.
Com o resultado será possível conhecer melhor a realidade da cidade, o que permitirá a implementação de políticas públicas que melhor atendam as necessidades da população.
A pesquisa será realizada em três finais de semana: 29 e 30 de agosto, 12 e 13 de setembro e 19 e 20 de setembro. A coordenação do estudo é do Departamento de Anestesiologia da FMB.
Fonte: Assessoria de Imprensa.

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!