Unimed Cuiabá promove encontro sobre Doença Inflamatória Intestinal

Com o intuito de levar orientações aos pacientes portadores de Doença Inflamatória Intestinal e aos seus familiares, a Unimed Cuiabá realiza no próximo sábado, dia 28 de novembro, encontro no auditório da Cooperativa, em Cuiabá. O evento vai contar com a participação da médica gastroenterologista Marta Brenner Machado, que é presidente da Associação Brasileira de Colite Ulcerativa e Doença de Crohn (ABCD), além de nutricionista e psicólogo. Os profissionais tratarão de temas relativos à rotina de quem convive com esta doença autoimune, cujo tratamento depende de atendimento multidisciplinar e apoio da família.

A DII, como é chamada, pode ser controlada por meio de terapia nutricional, medicação, cirurgia ou uma combinação destes tratamentos. “É importante que tanto os pacientes quanto seus familiares tenham acesso à informações sobre esta doença e suas consequências. A Doença Inflamatória Intestinal traz um alto grau de limitações, sendo capaz de mudar a trajetória de uma vida. Muitos jovens, acometidos de uma DII, chegam a abandonar faculdades, empregos e relacionamentos, reduzindo drasticamente a qualidade de vida diante deste grave problema de saúde”, declara o médico Mardem Machado de Souza, membro do Comitê Educativo da Unimed Cuiabá e idealizador do evento.

Sobre a DII – Doença Inflamatória Intestinal consiste num grupo de doenças inflamatórias crônicas de causa desconhecida envolvendo o Aparelho Digestivo. A Doença Inflamatória Intestinal (DII) é uma afecção na qual o intestino se torna vermelho, inchado e com feridas espalhadas pelo intestino. As Doenças Inflamatórias Intestinais podem ser divididas em dois grupos principais, a Retocolite Ulcerativa (RCU) e a Doença de Crohn (DC).

Ninguém sabe exatamente as causas da Doença Inflamatória Intestinal, ou por que algumas pessoas são portadoras dessa doença e outras não. Sabe-se que a doença intestinal é encontrada no mundo todo, mais frequentemente na América do Norte e no Norte Europeu; menos frequentemente na Europa Central, no Oriente Médio e Austrália, e menos ainda na Ásia e África. Ela é mais predominante em climas temperados do que em climas tropicais.

Não parece haver nenhuma característica comum entre os portadores da Doença Inflamatória Intestinal. Qualquer pessoa pode desenvolvê-la, não importando o sexo, a raça, ou a idade. As pessoas são mais frequentemente diagnosticadas com essa doença entre as idades de 15 a 25 e 45 a 55. Há uma tendência em filhos e outros parentes de portadores da doença de desenvolvê-la também. Isso pode ocorrer por fatores genéticos.

“A Unimed Cuiabá tem promovido e apoiado iniciativas que proporcionem compartilhar conhecimento com a comunidade. No caso da Doença Inflamatória Intestinal, entendemos ser fundamental também o partilhar de experiências para a melhoria da qualidade de vida dos pacientes que por ela são acometidos”, ressalta o presidente da Cooperativa, João Bosco de Almeida Duarte.

O evento – O encontro voltado a pacientes com DII e seus familiares será realizado no dia 28 de novembro, das 8h às 12, no auditório da Unimed Cuiabá, que fica na Rua Barão de Melgaço, número 2629, logo após a sede da Cooperativa. Os interessados em participar podem se inscrever no site www.unimedcuiaba.coop.br ou ligar para (65) 3612 3342. A inscrição é gratuita e as vagas são limitadas.

Fonte: 24horas News

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!