Tudo o que eu mais quero é a minha saúde de volta

Tudo começou com dores terríveis que sempre surgiam de madrugada no joelho, não conseguia me mover de tanta dor, depois algumas horas melhorava, tomava remédio por conta própria , as dores sumiam e voltavam, achava que não era serio, demorei para procurar um medico, pois não queria faltar no serviço.  Até que um dia as dores voltaram e não iam mais embora, ficava pulando de um lado para outro, sentia dor 24 horas por dia, mal conseguia andar, daí começou outro drama, fui ao médico e me deram um encaminhamento para o reumatologista em Curitiba,  o atendimento era pelo sus , sou pobre, mas tive ir ao medico particular, faz 6 meses que estou em tratamento, estou tomando muitos remédios, vou precisar tomar vacina. Hoje estou melhor do que antes, mas tudo que quero é a minha saúde de volta. A artrite acaba com a vida, mas precisamos lutar dia a dia. Deus nos abençoe e dê forças para lutar e vencer.

Me chamo Claudineia Novakoski, tenho 40 anos, sou cozinheira, convivo com o diagnostico de artrite reumatoide há um ano, moro em Goio-erê – PR.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

  1. Isabel Diz

    Você vai recuperar sua saúde sim, o que não pode é desanimar. Força, ânimo e coragem!

  2. Sônia Maria Diz

    Olá amigos!
    Eu comecei a minha angústia em 2010 quando fui diagnosticada com hérnia de disco na lombar e em 2011 tive que fazer a cirurgia. Achei que poderia voltar a ser o que era antes….me enganei. Tive uma melhora parcial, voltei então a trabalhar e conforme o tempo foi passando fui percebendo minhas limitações.
    Até que em junho do ano passado levei um tombo e tudo piorou. As dores nas articulações passaram a ser mais intensas, rigidez e fraquezas nas pernas me impediam de voltar ao trabalho. Encaminhada para a Reumatologista e vários exames veio o diagnóstico, Espondiloartrite. Agora em tratamento para o controle da doença, remédios que aliviam dores mas que tem efeitos colaterais que me aborrece. O pior de tudo isso ainda é passar pela humilhação de provar a qualquer custo que não consigo trabalhar, passando por perícias médicas com peritos que me olham com ar de desdem, como se eu estivesse ali inventando doença, quando na verdade o que eu mais quero é a minha saúde de volta.
    Hoje estou aqui nesse desabafo para tentar aliviar essa angústia. Acredito que só quem sente o que eu sinto será capaz de entender. Estou no meu limite, por mais que tenho lutado para não desanimar, tem dias que acho que não vou conseguir

Olá, participe da conversa, deixe o seu comentário.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));
%d blogueiros gostam disto: