Ter artrite e viver sem dor é possível!

Artrite Reumatoide, viver sem dorViver sem Dor é possível! se você sente dor todos os dias, dorme e acorda com dor, existe algo errado, e precisa de atenção e cuidados médicos, existem 03 possibilidades:
1) – Sua doença está em atividade e precisa de um melhor gerenciamento medicamentoso e multidisciplinar para alcançar o controle da doença;
2) – Sua #Artrite está controlada e vc tem dor secundária a #AR e necessita de um melhor gerenciamento dessa sequela/lesão secundária (tipo lesões de joelhos/quadris, tendinites, bursites)…
3) – Seus hábitos de vida, não contribuem para uma boa evolução do tratamento médico proposto, exemplo, excesso de peso, alimentação errada, que tal, praticar atividade física leve e sem sobrecarga articular e cuidar melhor da alimentação, isso ajuda e muito no controle da dor, pois – Peso Saudável e Vida Saudável – melhora a qualidade de vida e também, diminuí a sobrecarga articular, sem contar que… a alimentação rica em gorduras e açucar, aumenta a atividade inflamatória..

Uma dica para viver sem dor é o “adequado gerenciamento da doença, pratica de atividade física, cuidados com a alimentação e diminuição das dores como benefício!! #VamosÁLuta#PorUmaVidaSemDores.

Viver sem dor deve ser uma delícia! #desabafo #dor #viverSemDor #ArtriteReumatoide#AR #DoençaReumática #Pain #DOR #UmaVidaSemDor

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!