Depoimentos

Temos que continuar com fé em Deus

Temos que continuar com fé em Deus

Minhas dores, começaram quando eu tinha sete anos, meus tornozelos estavam sempre inchados e com fortes dores. Passei por diversos médicos. Na época, conseguir um reumatologista era muito difícil, como as dores eram mais fortes nos tornozelos, cheguei a ser engessada, os médicos achavam que era “tornozelo torcido”. Andei tanto buscando médicos, que cheguei a desistir e deixei para lá.

Só que as dores foram piorando, então, finalmente chegou um reumatologista na minha cidade e enfim, recebi o diagnóstico de artrite reumatoide aos 20 anos. Hoje estou com 32, mas minhas dores, estão cada vez pior, nada passa, até mesmo o remédio mais forte, não alivia. Porém, temos que continuar com fé em Deus.

Erika tem 32 anos, mora em Macaíba, Rio Grande do Norte e convive com artrite reumatoide desde os 18 anos, com dores desde os 12 e trabalha como costureira.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença! É super simples, basta preencher o formulário no link: https://goo.gl/UwaJQ4 Doe a sua história!

Artigos Relacionados

Inspirado por Deus procurei um reumatologista

Priscila Torres

Depois das dores um diagnóstico: Artrite e Fibromialgia

Priscila Torres

Vivo fingindo que ela não está me destruindo

Priscila Torres
Loading...