Suportei dores terríveis, mas Deus e a minha família estavam do meu lado

Tudo mudou quando fique grávida da minha filha. Nos primeiros meses estava feliz e contente com a chegada da minha princesa Giovana, mas uma dor começou a me incomodar muito, meu dedo indicador doía e inchava muito, até então achei que tinha batido e machucado. Mas a dor começou a passar para outras partes do meu corpo, fiquei preocupada e conversei com minha médica que me ignorou dizendo que grávidas sentiam muitas dores, saí do consultório chorando e pensei, “o que faço? não posso tomar medicamentos sem prescrição estava e estava grávida”.

Fiquei muito deprimida, sentia muitas dores, dormência e cada dia doía mais. Minha família não sabia mais o que fazer, procurei vários médicos sem nenhum diagnóstico, minha bebê estava bem na minha barriga mas meu corpo não estava, a inflamação era tanta que eu estava perdendo os movimentos das pernas e braços, meu marido me ajudou muito, sem ele não teria conseguido .Suportei dores terríveis mas Deus e a minha família estavam do meu lado me ajudando a levantar, cuidavam de mim até mesmo em atividades simples de pentear meus cabelos, pois só quem tem AR sabe as privações que passamos .

Minha bebê nasceu saudável e linda e ela me deu força para continuar a lutando, procurei um ortopedista que de cara me encaminhou para um reumatologista. Logo depois dos exames pedidos me deu o diagnóstico de artrite, fique triste porém tinha descoberto o que eu tinha e desde então faço tratamento, tomo vários medicamentos. Não estou bem ainda, sinto muitas dores, mas estou vivendo e superando minhas dificuldades a cada dia.Não é fácil conviver com dores e limitações mas estou viva e tenho uma família que precisa de mim .Podemos sonhar e ter esperança de que essa doença não vai destruir nossos sonhos.

Me chamo Juliana Araújo, tenho 36 anos, convivo com a artrite reumatoide há 8 anos, estou me formando em pedagogia, moro em Sete lagoas – MG.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!