Sofro com esta doença aproximadamente 34 anos, mas somente há 10 meses fui diagnósticado com espondilite anquilosante

Fé e persistência!

Estou na terceira crise da minha vida, que começou em 2014. sofro com esta doença aproximadamente 34 anos. O começo foi com períodos de dores indo e voltando; o diagnóstico foi após esgotar todas as possibilidades, fazer uso de uma infinidade de medicamentos.

Certo dia por indicação de um amigo procurei um neurocirurgião devido as fortes dores na coluna; através de uma tomografia (pois até então eu só tinha feito ressonância magnética), o médico não se agradou do que viu e me deu o diagnóstico de Espondilite Anquilosante, e mandou eu procurar a um reumatologista (ainda me lembro das palavras dele me dizendo que o profissional tinha que ser bom, porque o meu estado da doença estava avançado).

Hoje faço tratamento com adalimumabe, associado a uma série de medicamentos, infelizmente não estou conseguindo responder ao tratamento, sinto dores horríveis, tenho uma péssima qualidade do sono, mesmo com medicamentos eu não durmo quase nada.

As minhas atividades cotidianas foram reduzidas a nada, me sinto depressivo e totalmente inválido. Mas tenho fé que um dia tudo vai passar. Que Deus nos abençoe. Fé e persistência!

Me chamo Roberto, tenho 51 anos, sou eletricista, convivo com espondilite anquilosante há 10 meses, moro em Engenheiro Paulo de Frontin/RJ.

“Dor Compartilhada é Dor Diminuída”, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença! É super simples, basta preencher o formulário no link:https://goo.gl/UwaJQ4
Doe a sua história!

if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));