Se comunica ou se trumbica?

Cuidado com a comunicação automática!

Chega mais beldade, você com certeza já deve ter ouvido de alguém algo que acendeu o seu alarme de ameaça, principalmente quando tratam a sua doença como frescura, preguiça e etc. Isso acontece sempre que ouvimos do outro algo que não gostamos e então a tendência é responder no automático. Esse automático é quase sempre agressivo.

Então o segredo é entender que, as vezes a pessoa que disse algo agressivo a você, pode não estar no mesmo nível de consciência. Isso não tem nada a ver com você ser “melhor” que o outro. Porém cada ser humano se encontra em um nível de consciência diferente. Cada um tem a sua evolução no seu tempo. Por isso a proposta de hoje é:

Procure responder com a comunicação consciente e não automática. Mas como proceder?

  • Ao ouvir algo que não te agrada, seja a respeito da sua doença ou qualquer outra coisa, respire e reflita: o que ele(a) me disse não me atinge, isso porque cada um só oferece o que tem de acordo com o nível de consciência.  Isso não tem nada a ver comigo. E então conscientemente você responde sem agressividade e com consciência.
  • Uma outra forma mais simples é mentalizar. Só por hoje não irei retrucar pois isso não condiz com a minha essência, só eu sei da minha verdade.

Quantas vezes você já se comunicou no automático e se arrependeu? O que você leu aqui fez sentido para o seu coração? Me conte!

Abraço apertado e amoroso! Luz e Paz! 💫💚💫

Psicanalista, escritora e pedagoga
Colunista

Psicanalista (Instituto Paulista de Psicanálise), Pós-graduada em clínica Psicanalítica (Faculdade Einstein), Psicopedagoga clínica (FAAT), Acupunturista- MTC, Terapeuta Floral de Bach (Instituto Avalon, Ahau, Bioacupuntura, Okido Terapias, holus), Escritora, Pedagoga (FAAT) e Atriz (USF e escola de atores Wolf Maya-globo).

×
Psicanalista, escritora e pedagoga

Psicanalista (Instituto Paulista de Psicanálise), Pós-graduada em clínica Psicanalítica (Faculdade Einstein), Psicopedagoga clínica (FAAT), Acupunturista- MTC, Terapeuta Floral de Bach (Instituto Avalon, Ahau, Bioacupuntura, Okido Terapias, holus), Escritora, Pedagoga (FAAT) e Atriz (USF e escola de atores Wolf Maya-globo).

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!