Renata Cristiane de Almeida

Minha doença se manifestou aos 9 meses de vida, mais somente descobriram aos 12 anos, quando estava mais desenvolvida. Tenho duas próteses nos quadris, uma eu coloquei com 18 anos e a outra aos 40 anos. Tenho algumas deformações, mais que não me impedem de fazer nada. Ando de bicicleta, dirijo carro sem adaptação. Sempre tive uma vida normal. Fiz fisioterapia por muitos anos, mais hoje como a doença se estabilizou não faço mais, faço tratamento médico, tomo remédios mais em doses pequenas. Sei que tenho uma doença crônica, por isso trato como prevenção e não a doença. Procuro estar com pessoas alegres e divertidas. A única coisa que me deixa triste é o preconceito que ainda existe principalmente nas industrias. Já trabalhei fora por 10 meses numa multinacional fui mandada embora sem saber do motivo. Mais creio muito em Deus e na vida. Hoje sou empreendedora individual, na área de informática e Administração. Sou feliz porque existem muitas pessoas que me respeitam pelo o que eu sou e não pela minha doença.

Depoimento13

Renata Cristiane de Almeida tem Artrite Reumatoide Infanto-Juvenil desde os 12 anos de idade, aos 42 anos de idade convive com a doença a 30 anos, é solteira não tem filhos e atualmente está trabalhando.

 

Jornalista

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

×
Jornalista Grupar EncontrAR

Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.

Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!