Quem vai me amar sabendo de tudo que sinto?

Há um ano atrás estava no trabalho e comecei a sentir fortes dores no quadril, precisei sair do trabalho direto pro hospital, e fui diagnosticada como nervo ciático inflamado. Três dias depois muita dor, os joelhos começaram a inchar, não podia por os pés no chão, parecia que tinha vidros me cortando. Fiquei 10 dias internada com muita dor, até que soube do diagnóstico, parecia que o chão tinha aberto, não consigo nem explicar como é a dor, de tão forte que era. Passei 10 meses de muleta, sendo 4 de cama, voltei a trabalhar há 3 meses. Sigo com os mesmos medicamentos, e mal estar que são causados por ele. Até um abraço apertado dói, virar na cama dói, minha mãe que me virara. Foi muito assustador lidar com tanta dor, ver sua vida parada em todos os aspectos, além do quadro de depressão que eu já tinha antes. Tudo isso piorou porque tive um término de relacionamento e teve dias que o desprezo foi tanto que não sabia o que doía mais, se era meu coração ou meu corpo. Desenvolvi intolerância alimentar ao glúten e lactose, alimentação mudou muito, usar salto, fazer exercícios, andar de bicicleta são sonhos que ainda tenho.

Hoje após 1 ano de diagnostico, tenho certeza que de a vida nunca mais será a mesma. Me sinto diferente, pois o processo que passei foi algo que mexeu muito com a minha vida. Sei da imunidade baixa, sou uma pessoa chata, tenho dor todo dia, as vezes penso, quem vai me amar sabendo de tudo que sinto? Sonho que possa casar e ter um filho, mas sei que a doença me limita muito para maternidade.

Me chamo Camila, tenho 35 anos, convivo com artrite reumatoide há 1 ano, sou analista de sistemas, moro em São Paulo – SP.

Dor Compartilhada é Dor Diminuída“, conte a sua história e entenda que ao escrever praticamos uma autoterapia e sua história pode ajudar alguém a viver melhor com a doença!

“Conte a sua História”

www.artritereumatoide.blog.br/conte-a-sua-historia/
Doe a sua história!

Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

Olá, deixe um comentário!