Quem tem Artrite Pode Doar Sangue?

O sangue contém componentes que são essenciais para a vida e é insubstituível, ou seja, não pode ser fabricado artificialmente. Assim, quando alguém necessita de sangue, o único meio de se conseguir é através da doação. Doar sangue é uma maneira simples e segura de fazer uma grande diferença na vida de alguém que sofreu um acidente, passou por uma grande cirurgia, teve câncer ou mesmo complicações da gestação. Apesar de toda essa importância, os bancos de sangue no país vivem em constante crise. Mas quais são requisitos para poder doar?
Quais São os Requisitos Básicos para a Doação de Sangue?
Os doadores de sangue devem estar em boas condições de saúde e não sofrer de nenhuma doença grave, pois é importante que o doador não coloque a sua própria saúde a risco.

  •  Estar em boas condições gerais de saúde;
  •  Estar descansado;
  •  Ter idade entre 16 e 69 anos. A primeira doação deve ter sido feita até os 60 anos de idade. Menores de 18 anos
  •  Pesar mais de 50 kg;
  •  Estar alimentado: não deve estar em jejum. Evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação. Aguardar intervalo de 2 horas após o almoço;
  •  Portar documento oficial com foto emitido por órgão oficial (RG, Carteira de habilitação, Passaporte, Carteira de identidade profissional e Carteira de Trabalho);
  •  Respeitar o intervalo mínimo entre as doações;
  •  Ter estilo de vida saudável e não ter comportamento de risco.


Condições que Não Permitem a Doação
O sangue seguro é o sangue que não contém bactérias, parasitas, drogas ou outros fatores causadores de dano que possam lesar o receptor do sangue.
Impedimentos Definitivos:

  •  Alcoolismo crônico;
  •  Câncer;
  •  Diabetes tipo I, diabetes tipo II, insulino dependente ou com problemas vasculares;
  •  Doenças Cardíacas graves e após cirurgias cardíacas de grande porte;
  •  Hepatite após os 11 anos de idade*;
  •  Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II, Doença de Chagas e Sífilis;
  •  Uso de drogas ilícitas injetáveis;
  •  Malária (febre quartã – Plasmodium malarie);
  •  Transplante de órgãos;

Impedimentos temporários:

  •  Resfriados e gripes: se sintomático e com febre aguardar 15 dias após melhora dos sintomas;
  •  Alergias: o candidato à doação deve estar assintomático e deve doar 3 dias após fim do tratamento com medicação;
  •  Diarréia: aguardar 7 dias após melhora dos sintomas;
  •  Gravidez;
  •  Amamentação (se o parto ocorreu a menos de 12 meses);
  •  90 dias após o parto normal e 180 dias após parto cesariano;
  •  Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação;
  •  Tatuagem nos últimos 6-12 meses;
  •  Piercing em cavidade oral e/ou genital impedem a doação por 12 meses após sua retirada;
  •  Pessoas que se enquadrem em situações onde há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses;
  •  Quem esteve nos estados onde há maior prevalência de Malária como: Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins: aguardar 12 meses;


Doenças Reumáticas e a Doação de Sangue
Já sabemos que o portador de infecções como hepatites, HIV ou DSTs não podem doar sangue. Mas você já pensou se pacientes com doenças reumáticas podem doar? Se a sua doença ou o seu tratamento impedem a doação de sangue?
Primeiro precisamos separar as doenças reumáticas em grupos. Aquelas doenças que não alteram o sistema imune, como tendinites, bursites, artrose e osteoporose de maneira geral não contraindicam a doação. Porém, pacientes com doenças autoimunes, como a artrite reumatoide, lúpus e síndrome de sjogren, não podem doar sangue. Existem alguns motivos para isso, dentre eles a coexistência de anemia, e o uso de medicamentos como o metotrexato, a hidroxicloroquina ou os imunossupressores.

Doenças mais frequentes
Tempo de liberação
​Inaptidão definitiva.
Inaptidão definitiva.
Artropatias Infecciosas
Apto após 1 ano da cura.
Artropatias Inflamatórias
Apto no caso de artrose ou postraumática após controle dos sintomas.
Apto.
Contusão Muscular
Apto após alta médica.
​Derrame Articular
Apto após a cura. Será avaliada a causa.
Doença de Behçet
Inaptidão definitiva.
​Doença de Wegener
Inaptidão definitiva.
Entorse articular
Apto após alta médica.
Esclerodermia
​Inaptidão definitiva.
Inaptidão definitiva.
Febre reumática
​ Inaptidão definitiva se com sequela. Sem sequela, apto dois anos após a cura.
Fratura sem cirurgia (gesso)
Apto após 15 dias.
Apto se assintomático.
Lesão muscular traumática
Apto após alta médica.
Inaptidão definitiva.
 Malformação óssea Congênita
Apto.
Miopatias
Inaptidão definitiva.
Miosite
Inaptidão definitiva.
 Osteomielite aguda
​Apto dois meses após a cura.
Osteomielite crônica
 Inaptidão definitiva.
Primária: apto. Secundária: será avaliada doença de base.
Poliomiosite
​Inaptidão definitiva.
Sarcoidose
Inaptidão definitiva.
Tendinites
​ Apto após alta médica. Secundária: será avaliada doença de base.
Como Posso Ajudar se Eu não Posso Doar?
Existe outra maneira de ajudar, que é a conscientização. Se você não pode doar sangue, procure incentivar as pessoas ao seu redor a doar!

http://hemobanco.com.br/site/doacao-de-sangue/o-que-e-necessario-para-doar/
http://www.hemominas.mg.gov.br/doacao-e-atendimento-ambulatorial/doacao-de-sangue/condicoes-e-restricoes#doen%C3%A7as-do-aparelho-osteomuscular-ossos-e-reum%C3%A1ticas
http://redome.inca.gov.br/doador/doencas-impeditivas-do-cadastro-e-da-doacao/
https://www.espondilitebrasil.com.br/condicoes-que-impedem-de-serem-doadores-de-sangue-medula-e-orgaos/

Fonte ReumatoCare
Através da ReumatoCare
if (d.getElementById(id)) {return;} js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "https://connect.facebook.net/en_US/sdk.js"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, 'script', 'facebook-jssdk'));