Petição para Incorporação de Novos Medicamentos


ANAPAR – Associação Nacional de Grupos de Pacientes Reumáticos, vem pleiteando a incorporação de novos medicamentos para o tratamento de Artrite Reumatoide, e isso somente é possível através da Atualização dos Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas do Ministério da Saúde, porém, no dia 11 de Outubro/11, representantes da Associação Nacional dos Grupos de Pacientes Reumáticos (ANAPAR) e do Ministério da Saúde se reuniram na Procuradoria da República do Distrito Federal, em Brasíliana Procuradoria da República do Distrito Federal, em Brasília, para discutir a atualização do Protocolo Clínico relacionado à Artrite Reumatóide. A ANAPAR pede agilidade na incorporação de três novos medicamentos pleiteados há mais de quatro anos, a fim de que seja atendida a necessidade de pacientes que já não respondem mais aos tratamentos oferecidos pelo SUS.

ANAPAR precisa da ajuda da população, dos portadores de patologias reumáticas e de seus familiares para que assinem a petição online pela Incorporação de Novos Medicamentos para o Tratamento da Artrite Reumatoide.

Os medicamentos são:

  1. Rituximabe / Mabthera (em processo no ministério da saúde desde 2006)
  2. Abatacepte / Orência (em processo no ministério da saúde desde 2007)
  3. Tocilizumabe / Actemra (em processo no ministério da saúde desde 2009)

A atualização do protocolo clínico de AR vem se arrastando e estava prevista para 2010, mas até hoje não houve avanço. O diretor do Departamento de Assistência Farmacêutica, José Miguel do Nascimento Júnior, presente na reunião, não soube dar uma previsão de quando o protocolo será colocado em consulta pública (último passo para a incorporação). O documento foi atualizado pela última vez em 2006. “Importante ressaltar que na última atualização do protocolo foram incluídos novos códigos, ou seja, novos tipos de doenças reumáticas a serem cobertas, mas não houve incorporação de novos medicamentos. Há uma defasagem que precisa ser corrigida”, explicou a coordenadora institucional da ANAPAR, Lauda Santos.

Fonte: ANAPAR


Jornalista
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
×
Jornalista Grupar EncontrAR
Jornalista, motivada pelo diagnóstico de artrite reumatoide aos 26 anos, “Patient Advocacy”, Arthritis Consumer, presidente do Grupo EncontrAR, vice-presidente do Grupar-RP, idealizadora dos Blogueiros da Saúde, eterna mobilizadora social em prol da qualidade de vida das pessoas com doenças crônicas no Brasil.
Anúncios

Comentário

comentários

5 Comentários

  1. Olá, sou maria célia portadora de parkinson, retolcolite e ainda hipotiroidismo,e mais artrite reumatóide , tomo glucosamina, gostariad e saber se o estado paga esse medicamneto.obrigada.

    • Oi, Maria Célia.

      Infelizmente o SUS não fornece a Glucosamina, sei que tem um custo elevado. Eu também faço uso.
      Para medicações que não são fornecidas pelo SUS, podemos entrar com pedido por liminar (medida cautelar) para isso ñ precisamos de advogado, basta ir a um “Fórum Especial Federal” e falar a sua necessidade, confira + informações em Direitos do Paciente no Portal Reumatoguia, link: http://www.reumatoguia.com.br/interna.php?cat=55&id=80&menu=55

      Agradeço o apoio e assinatura no abaixo assinado!! Eu vi sua pergunta sobre a glucosamina, mas na petição não consigo ver o email nem responder, só quando fecharmos o abaixo assinado é possivel ver os emails e responder.

      Bjs

  2. Não estou conseguindo retirar através do SUS o medicamento Embrel receitado pelo médico em Araguari /mg . Preciso urgente pois quando recebi a doação melhorei muito.

Olá, deixe um comentário!